a leonor reis

(IN)tempestivamente...

Leonor Reis

Autora do Livro:

Sucesso na Gestão da Marca Pessoal no Facebook... Branding Pessoal.
O que liga NILTON, João Garcia, Alpinista, João Pedro Pais e Rita Pereira a Barack Obama.

http://leonorreis.com

Tu és perigoso e o teu Facebook sabe...sabe ele e sei eu!

Achas que te conheces, ainda assim, tens dúvidas. Tens medo. Sempre. Porque julgas que te leem os pensamentos, ainda assim, não se vê através de ti. Sim, preocupa-te!... O teu Facebook conhece-te bem, e eu também!


James Bond

Olá! Hoje vou escrever sobre o livro “Sucesso na Gestão da Marca Pessoal no Facebook”, da minha autoria, porque acredito que leva ao pensamento do “eu”, ou da marca “eu”, e à perspetiva de que possamos comparar a nossa presença no Facebook ao simples ato de se colocar o pé fora de casa, envolvendo-nos num misto de sentimentos que reportam ao conforto/ desconforto ou ao familiar/desconhecido.

Todos temos uma marca pessoal. E a verdade é que a maioria de nós não tem a noção disso e, por isso mesmo, não a gere de forma estratégica, consistente e eficaz. Contudo, controlar a marca pessoal e a mensagem que ela transmite é fundamental, porque esta afeta a forma como os outros nos “percebem”.

Ser detentor de uma marca pessoal forte traduz-se na estimulação de perceções sobre os valores e qualidades da pessoa, destacando-se e gerando expetativas sobre o seu trabalho.

Quantas são as vezes em que participamos na rede social mais mediática dos nossos tempos, o Facebook, e negligenciamos o seu poder na transmissão da nossa marca, ou seja, na gestão das impressões sobre a nossa identidade e o impacto da mesma no público que nos segue, ou simplesmente, aprecia? Sabias que a participação no Facebook é tida como desejável pelos empregadores e empresários na busca de “negócios” e parcerias, quando os trabalhos envolvem o networking e competências técnicas? Atenção, isto é apenas um pequeno reparo. Porque a realidade é que para grande parte da população o Facebook está enraizado no seu dia a dia e é onde gostam de investir também o seu tempo, pelas mais diversas razões.

E os empregadores? Aqueles que buscam profissionais e parcerias em quem possam confiar os seus negócios? Cada vez mais recorrem ao Facebook, porque uma multidão de pessoas participa na rede, no despiste de dúvidas em relação a potenciais colaboradores e parceiros de negócios, porque analisar o perfil permite “detetar” características pessoais básicas. E as características estão mesmo lá… Porque as revelas inconscientemente. :)

A presença dos líderes e CEOs nas redes sociais é considerada positiva pelos clientes das organizações, visto apreciarem o acesso a pensamentos e insights dos líderes.

Alguma informação online encontra-se fora do controlo, contudo a maioria é conscientemente fornecida. Assim, torna-se importante projetar estrategicamente a identidade da marca desejada, de forma a alcançar uma reputação exemplar. Verdadeiramente, és tu que deixas pistas que podem ser desvendadas, ou não. E são os teus seguidores ou amigos que, dando o seu contributo, também te vinculam características e te tornam um ser humano mais ou menos simpático, competente ou, eventualmente, social e confiável.

No livro indica-se um conjunto de práticas do desenvolvimento de um Branding Pessoal de sucesso no Facebook, sendo as dicas apresentadas naturalmente ao longo da obra.

Leonor Reis Leonor Reis e o Livro "Sucesso na Gestão da Marca Pessoal no Facebook"

O recurso a entrevistas e a análise de páginas de figuras públicas detentoras de sucesso na gestão das suas marcas pessoais no Facebook é uma vantagem, sendo que se aborda o caso de Nilton (humorista), João Garcia (desportista), João Pedro Pais (cantor), Rita Pereira (atriz e modelo) e do Presidente dos EUA, Barack Obama.

Afinal como se interliga o branding pessoal e o Facebook? E o que é o branding pessoal? Ao longo da obra vai-se intercalando o conceito branding pessoal com “correta gestão da marca pessoal” ou a “gestão da marca pessoal de sucesso”. Realmente o que se pretende transmitir é que o branding pessoal é um modo consciente de viver a marca pessoal. É o teu life style, o teu modo de estar e a forma como encaras o mundo. E o verdadeiro branding pessoal acontece quando consegues projetar a tua identidade pessoal em todos os momentos, de tal maneira que a imagem percecionada pelas pessoas com quem interages é a imagem que tens de ti. Quero dizer, a tua identidade é a imagem projetada, é a tua marca pessoal que, desta forma, se pode afirmar ser autêntica. E se assim for, é mais fácil te manteres real e os teus contactos acreditarem em ti. Crias uma reputação sólida porque o teu posicionamento consegue ser forte. O posicionamento forte é alcançado se as tuas ações se encontrarem coerentes com a identidade projetada.

E o Facebook? O Facebook é uma ferramenta utilizada por grande parte da população, e a mesma chega mesmo a ter impacto tanto nas suas vidas pessoais como profissionais. Por isso, se a gestão da marca pessoal estiver alinhada com a identidade do indivíduo, a imagem percecionada terá mais “brilho” e transmitirá maior confiança. E isto tem um forte impacto na vida das pessoas a vários níveis.

Existem regras de utilização da ferramenta de comunicação Facebook que se podem aplicar e ajustar à identidade da pessoa, tornado a gestão da marca mais eficaz. Existe mesmo a necessidade do uso de ferramentas que permitam, de uma forma estratégica e consistente, controlar e gerir a marca pessoal. O Facebook consegue tornar-nos comunicadores de excelência, se assim quisermos. Verdade?

Vamos, então, descobrir o que é único em nós, uma vez que será isso que nos diferenciará e permitirá destacar e tornar pessoas especiais. Todos somos únicos. Para que uma marca pessoal seja forte, ela deverá ser o reflexo da sua identidade. Quanto maior for a correlação entre a identidade e a imagem ou reputação da pessoa, maior será o sucesso da marca. A marca pessoal deve refletir a identidade. A imagem pessoal deve transmitir os atributos-chave e diferenciadores do indivíduo. E o indivíduo deverá viver a marca de uma forma consistente e constante.

Uma marca pessoal diferenciadora e forte é também sinónimo de ultrapassar e contornar os desafios da forma mais graciosa, simplificando todos os processos e tornando a sua presença agradável para si e para todos quanto interagem consigo. Todos os que te rodeiam deveriam sentir-se agradados quando estão contigo. Concordas que poderá ser um bom princípio? No fundo, o bom atrai o bom e coisas ainda melhores. À parte disso, como sabes, nem todos podem gostar de ti. O que deves encarar com naturalidade. :)

James Bond

Por outro lado, a nossa marca pessoal pode não ser o que nós julgamos, contudo, será de certeza o que os outros indivíduos, ou o nosso público-alvo, percecionam. As perceções são a realidade! A realidade são as perceções! That’s it!... It´s just that! Pensa nisso! Pode parecer injusto, no entanto, não é nada mais nem nada menos do que isto. A realidade, a verdade são apenas e simplesmente as perceções!

No branding pessoal, selecionamos todos os “atributos” que são positivos e diferentes em nós, e trabalhamos com o que possuímos de forma a tornar o “produto” verdadeiramente especial. Temos, em nós, tudo o que precisamos para brilhar. Só temos de procurar bem lá dentro de nós. Está lá tudo! E tu podes brilhar.

No Facebook estás a apresentar a tua marca ao mundo. Não podes ficar por aqui. Deves medir os resultados tendo por base a reação do público à tua marca, bem como os objetivos que alcançaste. O que queres transmitir? O que queres receber em troca? É isso que estás a conseguir? :)

Uma marca orgânica é mais poderosa e ajuda a construir uma imagem de confiança. Pensa nisso quando projetas o plano de comunicação. Quando projetas a tua identidade. Não deixes por conta dos outros o contar da tua história. Porque ela é só tua. Porque podes não gostar da história que provavelmente criarão e desenvolverão sobre ti.

Uma marca orgânica é vivida de forma mais consistente e constante. Significa apenas que se viveres uma mentira, mais à frente vais tropeçar nela. E se viveres intensamente a tua verdade, lá à frente, daqui a muito tempo, essa verdade continua uma verdade. E sorris.

A individualidade de cada pessoa vai permitir o seu posicionamento face a outras pessoas. Concordas? É assim. Certo? Por isso, talvez seja bom pensarmos sempre em coisas positivas. Porque os pensamentos levam a ações. :) Quanto mais proximidade existir entre a imagem e a autoimagem, mais impacto terá a tua marca. Uau. Vamos trabalhar nisso!

A determinação da informação a divulgar ou a “postar” no Facebook é uma consideração chave na construção da identidade, sendo que a reputação nas plataformas dos social media pode ter diferentes interpretações, contudo, na maioria dos casos, essa reputação refere-se à credibilidade do utilizador. Resume-se tudo à credibilidade. À reputação. Agarra-te a ela. Não a largues. Nunca. A reputação é quase tudo… se não for mesmo TUDO.

O processo de branding pessoal, ou a gestão da marca pessoal, no Facebook deve ser compreendido como um ciclo de contínuo aperfeiçoamento, onde todas as etapas se encontram em equilíbrio e se inter-relacionam. O resultado deve ser o incrementar de pontos no posicionamento forte e o claro destaque para a reputação desejada na vivência de uma marca pessoal plena de sucesso em todos os campos.

James Bond

Com este livro, “Sucesso na gestão da marca pessoal no Facebook”, aprendes a: comunicar a marca pessoal com impacto; reconhecer a tua unicidade, o que te torna diferente e especial; pensar em ti como uma marca; comunicar as tuas forças; comunicar em sintonia com a tua identidade, transmitindo confiança; gerir a tua marca seguindo uma estratégia ou um princípio; gerir a tua marca tendo por base um modelo de gestão adaptado à tua identidade e aos teus objetivos; ser percecionado de valor para o “mercado”; estimular perceções significativas; criar expetativas na mente dos outros; ser lembrado; perceber que tens permissão para comunicar como uma estrela de Hollywood; perceber que a tua identidade é que determina a forma como deves comunicar; incidir nos “pontos” que te valorizam e minimizar os pontos menos fortes; perceber que o Facebook do teu vizinho não é melhor do que o teu; entender que o teu Facebook não tem vontade própria; entender que o branding pessoal é sinónimo de influência e é essa influência que transforma mentes e cria riqueza.

Tens permissão para seres único! E agora, vais “brilhar”? :)


Leonor Reis

Autora do Livro: Sucesso na Gestão da Marca Pessoal no Facebook... Branding Pessoal. O que liga NILTON, João Garcia, Alpinista, João Pedro Pais e Rita Pereira a Barack Obama. http://leonorreis.com .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/literatura// @obvious, @obvioushp //Leonor Reis