Joana Ferraz

Criadora do "Traz um verso" e amante das ricas simplicidades.

Saudade desconcertante

Quando um simples episódio desperta o que foi guardado.


poesia de saudade.jpg

Vi uma foto sua, você sorrindo. Imediatamente me vi dentro dela – da foto – coberta por teu sorriso pintado de luz, caída nos teus braços macios de mangas compridas.

Isso pode soar romântico como algodão rosa, mas não. É romântico como mel e uma prova de leite na língua. Sim. Sou romântica porque você é homem e eu sei, não preciso de febres e sofrimentos.

Sou romântica no sentido antropológico – barba, pau e mão são minha cultura, desde que o mundo rodou e deu em você. Romântica no sentido filosófico – quando nós, os abismos entre consciências se desfazem; a vontade no seu rosto me faz esquecer da morte.

Melhor, é não-filosófico: Todas as forças naturais do antes de pensar. Ação animal que eu e você.

Poderia até dizer que sou romântica no sentido religioso: Teu carinho pelo meu corpo A hóstia pro pecado de ficar sem ti.

_____________________________________________

Leia mais conteúdos como este em Traz um verso.


Joana Ferraz

Criadora do "Traz um verso" e amante das ricas simplicidades..
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/literatura// @obvious //Joana Ferraz
Site Meter