a sacada de um sexto andar

eis onde eu deveria passar toda a vida

Diego Montel

Pessimista, sobretudo. Ademais, um apreciador de música, cinema e filosofia.

Nostalgia da luz: um convite à reflexão sobre ciência, história e tempo

Nostalgia da luz é, de fato, uma excelente obra que aborda temas como Astronomia, História, tempo e Arqueologia.


Imagen Thumbnail para Imagen Thumbnail para imagem.jpg

Dirigido pelo documentarista chileno Patricio Guzmán, Nostalgia da luz, que veio a ser lançado em julho de 2010, tem como cenário fulcral o descomunal deserto do Atacama, o lugar mais seco da terra. O documentário é, antes de mais nada, uma viagem através do tempo, já que percorre a arqueologia pré-colombiana, assim como os resquícios da ditadura Pinochet e da mesma forma mostra o trabalho astronômico.

A obra de Guzmán apresenta uma relação entre o objeto de estudo dos astrônomos, arqueólogos e historiadores, isto é, astronomia, arqueologia e história. Essa relação, apesar de apresentar diferenças - por exemplo, o passado estudado pelos arqueólogos é um passado mais distante do que o estudado pelos astrônomos -, se dá, certamente, pelo estudo da história. Porém, há em comum entre eles o o fato de todos tirarem lições do passado e, por intermédio disso, construir um futuro melhor.

No que se diz respeito à ciência astronômica, o filme apresenta a análise de um cientista que, através de um telescópio gigante, estuda corpos celestes e, com isso, tenta de alguma maneira entender o presente e qual foi a bagagem deixada pelo passado. Semelhante a isso, Nostalgia da luz relata o difícil trabalho dos arqueólogos em encontrarem, dentro do deserto de Atacama, corpos de habitantes antigos, com o propósito de, assim como a astronomia e a história, conseguir respostas para o tempo presente.

Além disso, é importante ressaltar a história envolvida dentro da obra de Guzmán. De fato, a memória da pós-ditadura Pinochet ainda habita na mente da população que sofreu com a perde de seus familiares. Por conseguinte, a narrativa acontece no tempo presente de algo que, mesmo ultrapassado, continua na mente daqueles que ainda tentam buscar alguma resolução acerca do que já aconteceu. Assim se dá também a pesquisa de todos esses pesquisadores, portanto.

Imagen Thumbnail para nostalgia7-jpg.jpeg

Assim, é possível afirmar que o documentário é uma competência máxima de Guzmán, excelente para aqueles que anseiam um estudo mais profundo sobre as relações entre arqueologia, astronomia e história.


Diego Montel

Pessimista, sobretudo. Ademais, um apreciador de música, cinema e filosofia. .
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/cinema// @obvious, @obvioushp //Diego Montel