add infinitum

para além para sempre

Ana Vargas

Viver é uma experiência bem confusa mas por vezes, bacana (palavra inapropriada mas não achei outra melhor) e escrever é só uma tentativa (vã mas necessária) de organizar 'tudo' no cérebro: é isso que, humildemente, tento fazer.

anavargas

Ana Vargas

Sou uma jornalista free lancer que está tentando se tornar escritora 'de verdade'. Gosto de rock clássico do final da década de 1960, passando pelos anos 1970 e de alguma coisa dos anos 1990 (pouco), bandas como The Who, Pink Floyd, Rush, Black Sabath e etc. Música é algo fundamental para mim. Em literatura gosto de: Roberto Bolaño, Júlio Cortázar, Jorge Luis Borges, Agustina Bessa-Luis, Dostoievski, Fernando Pessoa, Carlos Drummond de Andrade e alguns outros. Em fotografia: Cartier Bresson, German Lorca, Cristiano Mascaro... Em artes plásticas: Goya, Chagall, Kandinsky, Bosh, Klimt... Em relação a tudo (vida e arte) não gosto de nenhum de tipo de endeusamento ou de ilusões a respeito disso: somos todos iguais para o bem e para o mal e nosso fim será o mesmo, independentemente do que façamos aqui. Mas a vida, é importante que haja sentido para ela e para mim se não escrevo, nada faz sentido. (Sim: tenho essa horrível e cafona tendência ao dramalhão (rs) o bom é que quase sempre não me levo muito a sério).

Últimos artigos publicados

Site Meter