Ágora mística

"Não há céu para os conceitos."

Dom Hildebrando

Sou alguém que procura nas coisas simples da vida o seu verdadeiro sentido. Sou um projeto de trovador, que afoga suas angústias em um caderno e compartilha os seus melhores sentimentos com o mundo.

Depeche Mode e a Desnecessidade das Palavras

A banda que hoje é considerada uma enorme influência para diversas outras bandas da atualidade, na realidade sempre esteve na vanguarda. Em sua obra de arte "Enjoy The Silence", o Depeche Mode reafirma que a melhor alternativa para evitar a violência contida nas palavras e a destruição dos mundos pessoais está na contemplação do silêncio.


Depeche-Mode.jpg

Com certeza você já ouviu falar na banda Depeche Mode. Não? Pois bem... O Depeche Mode é uma banda inglesa de música eletrônica formada em 1980 e em atividade até os dias atuais. A banda, um trio na maior parte de sua história, é composto por David Gahan nos vocais, Martin L. Gore nos teclados e guitarra, e Andrew Fletcher, também tecladista.

Antes de iniciar de fato a leitura desse texto, gostaria de pedir que você, leitor, fizesse uma pausa de um minuto apenas. Nessa pausa, busque fazer a seguinte reflexão: Quantas vezes uma palavra desnecessária me causou algum tipo de prejuízo?

silencio.jpg

Feita a reflexão e iniciando de fato a nossa jornada em busca da compreensão do significado real do SILÊNCIO, na concepção do Depeche Mode, retornamos até o ano de 1990, ano em que fora lançada a música "Enjoy The Silence", um dos maiores sucessos da banda e também uma das letras mais impactantes. Enjoy the Silence, ou "Aprecie o Silêncio" em português, traz consigo a ideia de que as palavras sempre trazem junto a elas algo de negativo, uma vez que rompem o estado natural de silêncio, sendo muitas vezes portadoras de grande carga de violência e causadoras de inúmeras feridas aos indivíduo. Nessa perspectiva, fica claro que as palavras são capazes de destruir mundos e de penetrar tão profundamente nas pessoas que passa a fazer parte do que elas são, especialmente quando amargam a dor.

Em determinado momento da música, é deixado bem claro que a intensidade dos sentimentos pode e até deve ser vivida independentemente do uso das palavras, que em sua maioria são utilizadas para fazer promessas que serão posteriormente quebradas:

"Promessas são feitas para serem quebradas, sentimentos são intensos, palavras são insignificantes. Os prazeres ficam, a dor também, palavras não têm significado e são esquecíveis.."

Uma coisa é fato: As palavras são realmente uma via de mão dupla.. Possuem o poder de construir ou destruir o mundo de alguém, por isso, devem ser muito bem pensadas antes de ganharem vida. Esse é o grande intuito de "Enjoy the Silence", transmitir a preocupação presente em suas linhas de modo a provocar o ouvinte a pensar na quebra do silêncio como exceção e não como regra.

Diante de tudo isso, fica o questionamento: E você, aprecia o silêncio?

depeche-mode-2013.jpg


Dom Hildebrando

Sou alguém que procura nas coisas simples da vida o seu verdadeiro sentido. Sou um projeto de trovador, que afoga suas angústias em um caderno e compartilha os seus melhores sentimentos com o mundo. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/musica// @obvious, @obvioushp //Dom Hildebrando