Camila Cacau

Apaixonada por Marketing e Comunicação. Às vezes, entende as coisas no sentido literal como o Bob, de Fantástico Mundo de Bob. Acredita nas pessoas, nas amizades e em um mundo mais colaborativo. Tem o sonho de fazer um documentário sobre o seu pai, estudar ciências do consumo, escrever um livro e, quem sabe, empreender na área social. Gosta de estudar mudanças no comportamento do consumidor, das boas reuniões com a família e os amigos e de andar por aí. Tem entre suas paixões compartilhar poesia de rua no @vozesdacidade e conhecer novas realidades e pessoas interessantes. Acredita que a realidade é o melhor lugar para sonhar!

  • 1.jpg
    É mais do que decidir passar o resto da vida com alguém!
    A vida, às vezes, parece tão clichê, né!? A gente nasce, cresce, vai pra escola, convive com a família, faz amigos, passa no vestibular, entra pra faculdade, consegue um emprego, conhece alguém, viaja, se forma, faz mais amigos, muda de ...
  • 6.0.jpg
    O que seria de nós sem os nossos amigos?

    {Que graça teria a vida sem os amigos? Eles são a engrenagem que precisamos para manter tudo funcionando. Ou será que a vida é só um pretexto para conhecê-los?}

  • 5.0.jpg
    Da nossa vida, só a gente sabe

    {Precisamos filtrar algumas coisas para continuarmos no caminho que achamos ser melhor pra gente. Precisamos não ouvir tudo o que todos têm para dizer o tempo todo. Nem esperar o consentimento de todos para fazer algo. Precisamos tomar as rédeas da nossa vida e confiar no nosso feeling. Pois da nossa vida, só a gente sabe.}

  • Artigo 4.0.jpg
    Felicidade sem plateia dura mais

    {Estar presente online se tornou mais importante do que estar presente ao vivo. Virou quase que uma obrigação compartilhar o que estamos fazendo, com quem e onde estamos nas redes sociais. E, assim, vivemos mais uma representação do que uma realidade...}

  • a.jpg
    Sobre o amor que não acaba

    Este tipo de amor não acaba. Mesmo que o relacionamento termine. Que a sintonia e os planos mudem. Que cada um queira uma direção diferente. Que os dois venham a conhecer e gostar de outras pessoas. Mesmo assim, este amor não acaba.

  • 1.jpg
    Economia colaborativa, embarque nessa!

    Por que não trocar um produto e serviço com uma pessoa ao invés de comprá-los de uma grande corporação? Por que não escolher acessar ao invés de adquirir? Por que não dividir ao invés de acumular? A economia colaborativa já é uma realidade e uma forma de nos organizarmos em sociedade.

  • best-man-duties-responsibilities-tasks-shansphoto.com_.jpg
    A (não) escolha de um padrinho de casamento

    Cada pessoa tem um critério diferente para a escolha dos padrinhos de casamento. Alguns escolhem pela amizade que nutrem, outros pelo presente que possam vir a ganhar. Independente do critério, é muito comum que nesse processo de escolha seja levado em consideração não magoar o outro. E, assim, fazemos uma concessão aqui, outra ali. E, quando nos damos conta, nossos padrinhos foram escolhidos. E aí vem a dúvida, será que somos nós mesmos que escolhemos os nossos padrinhos de casamento?