alfredo passos.br

Cinema e Literatura

Alfredo Passos

Alfredo Passos, professor universitário, autor de livros, blogueiro, adora livros, cinema, música e andar a cavalo. Mais sobre autor em http://about.me/alfredopassos

Os Caçadores da Arca Perdida e os Futuros Antropológicos!

Qual a relação entre uma série de três filmes que mostram um professor de arqueologia, que nas horas vagas assume o papel do intrépido aventureiro, em busca de preciosas relíquias, e um livro que explora a ligação entre antropologia, filosofia e mostra como, atualmente, o objeto de estudo antropológico se expandiu para abarcar a ciência, a tecnologia e novas formas de sociabilidade?


indiana_jones_03.jpg Indiana Jones (Harrison Ford) é um professor de arqueologia que nas horas vagas assume o papel do intrépido aventureiro em busca de preciosas relíquias. Em meados da década de 30, ele é convocado pelo governo americano para descobrir o paradeiro da Arca Sagrada na qual Moisés teria guardado as tábuas dos Dez Mandamentos, achando que concederia poderes incomensuráveis ao seu portador. Inúmeros perigos aguardam Indy, pois o exército nazista de Hitler também está interessado na arca.

51Tl2NO-LOL._SX329_BO1,204,203,200_.jpg

Em Antropológicos Futures, Michael M. J. Fischer explora os usos da antropologia como um modo de investigação filosófica, uma disciplina acadêmica em evolução, e no intuito de explicar o complexo entrelaçamento entre laços humanos e interações sociais, em um nível global. Através de ensaios ligados, que são tanto especulativos e experimentais, Fischer procura abrir novos caminhos para a antropologia, a partir de uma ampla capacidade analítica do campo e sua atenção aos sistemas culturais emergentes.

Fischer está particularmente preocupado com as interações da antropologia cultural com estudos científicos, e em todo o livro, ele investiga como emergentes formações e conhecimentos como: biologia molecular, estudos ambientais, ciência da computação e bioengenharia estão a transformar alguns dos principais conceitos da antropologia, incluindo a natureza, a cultura, a personalidade e o corpo.

Em um ensaio sobre a cultura, ele usa a ciência para estudar o paradigma de "sistemas experimentais", por considerar como a noção científica social da cultura, tem evoluído como uma ferramenta analítica desde o século XIX.

Traçando o papel da antropologia na compreensão e análise da produção do conhecimento no âmbito das ciências desde os anos 1990, ele destaca a aptidão da antropologia para a detecção de colaborações transnacionais e redes multisited que constituem a prática científica contemporânea. Fischer investiga a mudança de idéias sobre inscrição cultural sobre o corpo humano em um mundo onde a engenharia genética, robótica e cibernética estão constantemente redefinindo nossa compreensão da biologia.

No ensaio final, Fischer se vira para a antropologia filosófica de Kant para reavaliar o objeto de estudo da antropologia contemporânea e para reafirmar a primazia do campo para responder as maiores dúvidas sobre os seres humanos, sociedades, cultura e nossas interações com o mundo que nos rodeia.

Os filmes

Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida.jpg

Por sua vez, Os Caçadores da Arca Perdida é um filme de ação e aventura criado por George Lucas e distribuído pela Paramount Pictures em 1981, sendo considerado o primeiro filme de Indiana Jones já lançado.

Para ser coerente com títulos posteriores da franquia, o filme foi renomeado para Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida na sua versão em vídeo, 1999, embora o título original é mantido no filme. Entre os fãs nos Estados Unidos é geralmente referida apenas como Raiders.

Steven_Spielberg_1999_3.jpg

Lucas começou a produção no filme logo após o sucesso de sua obra cinematográfica de 1977, Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, enquanto estava de férias no Havaí com o amigo e o diretor Steven Spielberg.

Em uma conversa entre os dois, Spielberg mencionou seu desejo de fazer um "filme estilo James Bond". Lucas respondeu que ele tinha uma história melhor, e propôs um conceito que ele e o escritor e diretor Philip Kaufman, tinham trabalhado em 1975 em torno de um "desejo de ver o retorno ao estilo de filme dos anos 1930 e seriados de ação dos anos 40".

A história foi posta de lado enquanto Lucas terminou seu trabalho em Star Wars. Mas, o comentário de Spielberg, não ficou esquecido. Acabou sendo o diretor do filme, que possibilitou uma nova dinâmica, junto com Lawrence Kasdan, que escreveu o roteiro.

Situado na primeira metade do século 20, o filme é a história de um arqueólogo chamado Indiana Jones contratado pelo governo dos Estados Unidos, e sem tempo em uma corrida contra o tempo para localizar a misteriosa e sobrenatural Arca da Aliança, antes que caia nas mãos de Adolf Hitler e seu regime de nazistas, adeptos que procuram utilizar o poder do artefato bíblico como um meio para dominar o mundo.

Filmado em apenas 73 dias e com um orçamento de cerca de $ 18.000.000 (EUA), o filme Os Caçadores da Arca Perdida foi lançado em 12 de junho de 1981. O filme tornou-se rapidamente a maior bilheteria do ano, arrecadando $ 384.140.454 em todo o mundo. Em 1982, o filme foi nomeado para oito Oscars, incluindo Melhor Filme. Venceu em quatro categorias: Melhor Som, Melhor Montagem, Melhores Efeitos Visuais e Melhor Decoração Arte.

Trata-se de um clássico que não pode deixar de ser visto.

Diretor: Steven Spielberg. Produtor(es): George Lucas(executivo), Frank Marshall, Kathleen Kennedy. Roteirista(s) História: George Lucas e Philip Kaufman. Roteiro: Lawrence Kasdan.Elenco: Harrison Ford, Karen Allen, Paul Freeman, Ron Lacey. Compositor: John Williams. Distribuidor: Paramount Pictures. Lançamento: 12 de Junho de 1981. Duração: 115 minutos. Orçamento: $ 18.000.000 (estimado).


version 1/s/cinema// //Alfredo Passos