alfredo passos.br

Cinema e Literatura

alfredo passos

Alfredo Passos, Prof.Dr. (professor universitário, autor de livros, blogueiro, adora livros, cinema, música e andar a cavalo). Mais sobre autor em http://about.me/alfredopassos

Indignar-se faz bem: livro e filme

Philip Roth, é o único escritor americano vivo a ter sua obra publicada em edição completa pela Library of America. Assíduo em premiações literárias, já ganhou o Pulitzer e o Man Booker Prize, além da Gold Medal in Fiction, a mais alta distinção da American Academy of Arts and Letters.


12642_gg indignaçjpg

Neste peculiar romance de formação, Philip Roth narra a história de Marcus Messner, jovem americano que descobre a força de seu caráter para lidar com a vida adulta, ao mesmo tempo em que vê a própria vulnerabilidade em um país ameaçado pela guerra.

Neste romance, Philip Roth surpreende críticos e leitores com uma história que escapa completamente à temática de seus trabalhos anteriores, como Homem comum ou O fantasma sai de cena, que versavam sem meios tons sobre o fim da vida e suas mazelas físicas e espirituais. O que temos agora é a experiência iniciática de um jovem de dezoito anos, Marcus Messner, nascido e criado em Newark, Nova Jersey, esbanjando vigor, ambição, ousadia e desejos irrefreáveis ao ingressar na vida adulta.

Filho único de um açougueiro kosher superprotetor, Messner busca uma faculdade do Meio-Oeste americano, bem longe de casa, o que lhe permite escapar da sufocante vigilância do pai, da medíocre universidade local onde cursara o primeiro ano e de suas funções como ajudante no açougue. Passa o ano de 1951, e os Estados Unidos enfrentam uma guerra sangrenta na Coreia, conflito que paira como ameaça letal sobre o agora segundanista de direito em risco de ser convocado para lutar no front, caso não consiga se destacar nos estudos acadêmicos e no curso para o oficialato. Evitando os vícios, prazeres e uma vida social universitária, o personagem-narrador se entrega aos estudos de forma a jamais tirar menos que 10 em todas as matérias.

Entretanto, um poderoso obstáculo se interpõe nos planos de Messner: seu próprio temperamento, irredutível a convenções hipócritas, como assistir a preleções obrigatórias sobre a Bíblia na igreja evangélica do campus e participar do ambiente das fraternidades. Isto, sem contar a irrupção anárquica do sexo e do amor em sua vida, na figura tão adorável quanto enigmática de sua colega de classe Olivia Hutton.

Indignação demonstra com sutil maestria as vias insuspeitas que conduzem eventos e escolhas aparentemente banais na vida de um jovem a resultados de uma gravidade desproporcional. Roth exibe neste romance curto mas de enorme densidade humana, social, política e literária, um inconformismo explosivo de adolescente em busca de seus próprios caminhos na vida, alguns dos quais poderão incitar a ira vingativa de uma sociedade conservadora gerida por mentes atrasadas.

O Filme Sarah Gadon_jpg Atriz Sarah Gadon

Adaptado e dirigido por James Schamus, e baseado na obra de Philip Roth, o filme procura criar a atmosfera de 1951, reforçando, quando Marcus sai para a faculdade em Ohio, e encontra uma menina bonita, mas com problemas mentais (Gadon).

filmes_11003_indigna17.jpg

Mas, é quando entra em um conflito perigoso com a administração da escola e seu reitor (Letts) sobre a cultura política e sexual da época. Burstein interpreta Max Messner, pai de Marcus, e Emond interpreta sua mãe, Esther Messner.

Direção: James Schamus. Elenco: Logan Lerman, Sarah Gadon, Tracy Letts, Danny Burstein e Linda Emond.

filmes_11003_indigna11.jpg

"Tracy, Linda e Danny são realeza de ação americana, mestres de sua arte e destemidos em seu compromisso com seus papéis. Eu não poderia ser mais honrado para tê-los e juntar a equipe em “Indignation”, comentou o escritor e diretor, James Schamus.

Poucas vezes, livro e filme se completam no mundo das artes. Mas este caso não é único, mas raro, onde um faz muito bem ao outro, pois tanto faz, se você optou por ver o filme ou ler primeiro o livro. Pois, as artes nesse caso, irão se unir, não importa, a ordem.


version 1/s/cinema// @obvious, @obvioushp //alfredo passos
Site Meter