alfredo passos.br

Cinema e Literatura

Alfredo Passos

Alfredo Passos, professor universitário, autor de livros, blogueiro, adora livros, cinema, música e andar a cavalo. Mais sobre autor em http://about.me/alfredopassos

A história no cinema

Os acontecimentos da pré-história até os dias atuais podem ser vistos através dos filmes.


portada_civilizacao-2-edicao_niall-ferguson_201701052105 (1).jpg

Em 1411, se você desse uma volta ao redor do mundo, ficaria impressionado com as civilizações do Oriente. A China da dinastia Ming estava em pleno desenvolvimento. No Oriente Médio, os otomanos estavam se aproximando de Constantinopla, que seria tomada em 1453.

Já a Europa Ocidental era composta de Estados miseráveis (como Inglaterra, França, Portugal), assolados pela peste, por péssimas condições sanitárias e por guerras intermináveis. Quanto à América do Norte, era uma selvageria anárquica em comparação com os reinos astecas, maias e incas nas Américas Central e do Sul. Quando você terminasse sua volta ao mundo, a noção de que o Ocidente dominaria o restante pareceria bem fantasiosa. No entanto, foi exatamente isso o que aconteceu. O que fez que a civilização europeia sobrepujasse os impérios do Oriente?

Segundo o historiador Niall Ferguson, tudo se deve a seis incríveis “aplicativos” que o Ocidente desenvolveu e que ninguém mais tinha: a competição, a ciência, o direito de propriedade, a medicina, o consumo e a ética do trabalho, e cada um desses “aplicativos” são abordados nesta obra. Por fim, o autor se pergunta se o Ocidente continua tendo condições de dominar o mundo hoje da mesma forma que sempre fez – ou se, na verdade, estaria indo rumo à decadência e à queda. Em Civilização, Niall Ferguson nos traz a narrativa definitiva da história do mundo moderno.

NIALL FERGUSON é um dos mais renomados historiadores da Grã-Bretanha. Leciona na Universidade Harvard, na Harvard Business School e na London School of Economics e é pesquisador nas Universidades Oxford e Stanford.

O autor também escreve regularmente para jornais e revistas do mundo inteiro, como o jornal Financial Times e a revista Newsweek. Em 2004, a revista Time o considerou uma das cem pessoas mais infl uentes do mundo. Ele escreveu e apresentou cinco séries de documentários de grande sucesso na TV britânica e é autor de diversos livros, muitos deles best-sellers. O autor divide o tempo entre o Reino Unido e os Estados Unidos.

Você vai encontrar um filme para cada período histórico determinado. São filmes que talvez você não os tenha visto. O critério foi mostrar que alguns filmes são interessantes, independente do sucesso, quando de suas respectivas exibições. Vamos começar.

Pré-história

A Guerra do Fogo O filme retrata um período na pré-história e grupos distintos de homens no estágio evolucional, onde um ainda quase não se diferencia dos macacos e o outro grupo é mais evoluído, como habilidade comunicação e de fazer o fogo. Após uma briga no grupo menos evoluído, o fogo que eles possuem se apaga, já que eles não sabem cria-lo e somente reproduzi-lo na natureza, e três deles saem em missão de recuperá-lo. Nessa jornada, eles conhecem uma mulher da espécie Homo Sapiens, e com ela eles aprendem muitas coisas novas como formas de diferentes de comunicar, dar risadas, construir de casas, pintura corporal, o uso de novas ferramentas, e o principal aprendem a produzir seu próprio fogo. Data de lançamento: 29 de abril de 1982 (Brasil) Direção: Jean-Jacques Annaud Roteiro: Gérard Brach Prêmios: César de Melhor Filme, MAIS Produção: Denis Héroux, Jacques Dorfmann, Véra Belmont, Michael Gruskoff, John Kemeny

Grécia Antiga e helenística

300 Em 480 A.C., existe uma guerra entre a Pérsia, liderada pelo rei Xerxes, e a Grécia. Na batalha de Thermopylae, Leônidas, rei da cidade grega de Sparta, lidera seu guerreiros em desvantagem contra o massivo exército persa. Mesmo sabendo que a morte certa os espera, seus sacrifícios inspiram toda a Grécia a unir-se contra o seu inimigo comum. Data de lançamento: 9 de março de 2007 (EUA) Direção: Zack Snyder Séries de filmes: 300 film series Bilheteria: 456,1 milhões USD Música composta por: Tyler Bates

Império Romano

Átila, o Huno Dois mundos se confrontam e, com eles, os dois homens que personificam os valores e a essência desses mundos. Átila, Rei dos Hunos (Gerard Butler) é um idealista que vê mais no seu povo do que nele próprio. Ao passo que a felicidade dos hunos reside na pilhagem e extorsão das nações vizinhas, Átila pretende mais, considerando a possibilidade de um império e uma nova ordem mundial. O general romano, Flavius Aetius (Powers Boothe), personifica o melhor e o pior do Império Romano nos últimos anos de sua existência. Sua motivação provém de um objetivo primordial: é imperativo que Roma continue dominando o mundo. Duas perspectivas diferentes do destino, defendidas por dois homens mais poderosos do século... conflitos principais do Átila, o Huno.

Idade Média/Feudalismo

O Sétimo Selo Após dez anos, um cavaleiro retorna das Cruzadas e encontra o país devastado pela Peste Negra. Sua fé em Deus é sensivelmente abalada e, enquanto reflete sobre o significado da vida, a Morte surge à sua frente querendo levá-lo, pois chegou sua hora. Objetivando ganhar tempo, convida-a para um jogo de xadrez que decidirá se ele parte com ela ou não. Tudo depende da sua vitória no jogo e a Morte concorda com o desafio, já que não perde nunca. Data de lançamento: 27 de julho de 1959 (Brasil) Direção: Ingmar Bergman Roteiro: Ingmar Bergman Edição: Lennart Wallén Idiomas: Língua sueca, Latim

Grandes Navegações

1492 – A Conquista do Paraíso Vinte anos da vida de Colombo, desde quando se convenceu de que o mundo era redondo, passando pelo empenho em conseguir apoio financeiro da Coroa Espanhola para sua expedição, o descobrimento da América, o desastroso comportamento que os europeus tiveram com os habitantes do Novo Mundo e a luta de Colombo para colonizar um continente que ele descobriu por acaso, além de sua decadência na velhice. Data de lançamento: 8 de outubro de 1992 (Espanha) Direção: Ridley Scott Música composta por: Vangelis Roteiro: Roselyne Bosch Produção: Ridley Scott, Alain Goldman

Absolutismo

O Homem da Máscara de Ferro Em 1662, a França vive sob o reinado do perverso Luís XIV, que mantém um prisioneiro misterioso encarcerado com uma máscara de ferro. Para salvar a nação, os quatro mosqueteiros voltam a se unir e sua primeira missão é libertar este prisioneiro. Data de lançamento: 17 de abril de 1998 (Brasil) Direção: Randall Wallace Autor: Alexandre Dumas, pai Roteiro: Randall Wallace Figurino: James Acheson

Reforma Protestante

Lutero O filme retrata os principais acontecimentos político-religiosos da vida de Martinho Lutero, que foi um monge agostiniano e professor de teologia alemão, que impulsionaram o início e a efetivação da Reforma Protestante, durante as primeiras décadas do século XVI, em toda a Europa.

Renascimento

Agonia e Êxtase O papa Júlio II encomenda a Michelangelo a pintura do teto da Capela Sistina. Contrariado, o artista abandona a obra num primeiro momento. Ao recomeçar, conflitos ideológicos e batalhas temperamentais são fatores que permeiam o processo da pintura. Data de lançamento: 24 de setembro de 1965 (Finlândia) Direção: Carol Reed Roteiro: Philip Dunne Indicações: Oscar de Melhor Fotografia, MAIS Autores: Irving Stone, Philip Dunne

Revolução Francesa

Danton Em 1793, duas figuras da Revolução Francesa se enfrentam. Quando Robespierre instaura o regime do terror na França, através da fome e da morte, seu antigo aliado Georges Danton retorna para confrontá-lo. Data de lançamento: 12 de janeiro de 1983 (França) Direção: Andrzej Wajda Música composta por: Jean Prodromidès Prêmios: César de Melhor Diretor, MAIS Roteiro: Andrzej Wajda, Agnieszka Holland, Jean-Claude Carrière, Stanisława Przybyszewska, Bolesław Michałek

Revolução Industrial

Germinal Durante o Século XIX, os trabalhadores franceses eram explorados pela aristocracia burguesa, que dava condições miseráveis para seus empregados. Em uma cidade francesa, os mineradores de uma grande mineradora, decidem realizar uma greve e se rebelam contra seus chefes, causando o caos.

Rússia pré-revolução e Revolução Russa

Reds O jornalista americano John Reed viaja à Rússia para documentar sobre a Revolução Boleshevik e retorna um revolucionário. Seu fervor pela política de esquerda o leva a Louise Bryant, então casada, que se tornará um ícone feminista e ativista. Em casa, as diferenças políticas entre os ideais de Reed e a realidade causam problemas. Bryant sai com um cínico dramaturgo e Reed retorna à Rússia, onde sua saúde piora. Data de lançamento: 25 de dezembro de 1981 (EUA) Direção: Warren Beatty Produtora: Paramount Pictures Cinematografia: Vittorio Storaro Prêmios: Oscar de Melhor Diretor

Segunda Guerra Mundial e nazismo

Europa, Europa Salomon Perel (Marco Hofschneider), um jovem judeu, foge com a família para a Polônia às vésperas da Segunda Guerra Mundial. A casa da família é invadida, mas ele consegue fugir levando o irmão, Isaak (René Hofschneider). Os dois se separam e Sallomon acaba se passando por membro da Juventude Hitlerista para manter-se vivo. Baseado numa história real.

Guerra Fria

O Dia Seguinte Década de 80. Em Lawrence, uma pequena cidade próxima a Kansas City, Russell Oakes (Jason Robards) está ocupado com seus afazeres como chefe de cirurgia do hospital local e a família Dahlberg cuida dos preparativos para o casamento da filha mais velha. Paralelamente o exército russo invade Berlim Oriental, o que cria uma crise entre a União Soviética e os Estados Unidos. Logo ambos os lados enviam seus mísseis nucleares, na intenção de vencer a guerra. Nos Estados Unidos um dos alvos é Kansas City, onde estão armazenados dezenas de mísseis nucleares.

Guerra do Vietnã

Corações e Mentes Hearts and Minds é um documentário de 1974 sobre Guerra no Vietnã, dirigido por Peter Davis. Considerado um dos mais importantes documentários políticos da história do cinema, Corações e Mentes levou o Oscar de Melhor Documentário em 1975. Wikipédia Data de lançamento: 24 de junho de 2005 (São Paulo) Direção: Peter Davis Lançamento em DVD: 25 de junho de 2002 Prêmios: Oscar de Melhor Documentário de Longa-Metragem Distribuidor: Warner Bros. Entertainment

Luta dos direitos civis dos negros

Mississipi em Chamas Quando um grupo de trabalhadores de direitos civis desaparecem em uma cidade pequena do Mississippi, os agentes do FBI Alan Ward e Rupert Anderson são enviados para investigar. As autoridades locais se recusam a cooperar e a comunidade afro-americana tem medo de ajudar. A situação se torna cada vez mais difícil e a abordagem direta é abandonada a favor de uma mais agressiva. Data de lançamento: 2 de dezembro de 1988 (EUA) Direção: Alan Parker Roteiro: Chris Gerolmo Música composta por: Trevor Jones Prêmios: Oscar de Melhor Fotografia,

América Latina das décadas de 1950 e 1960

O Segredo de Seus Olhos Benjamín Espósito se aposenta do cargo de oficial de justiça e decide escrever um livro. Sua inspiração é um caso real de estupro e assassinato de um jovem nos anos 70. Em sua jornada, ele conhece o marido da vítima e promete ajudá-lo a encontrar o culpado. Data de lançamento: 26 de fevereiro de 2010 (Brasil) Direção: Juan José Campanella Prêmios: Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, MAIS Música composta por: Emilio Kauderer, Federico Jusid Roteiro: Juan José Campanella, Eduardo Sacheri

África no século 20

O Jardineiro Fiel O reservado diplomata britânico Justin Quayle se muda para o Quênia com sua adorável jovem esposa Tessa, uma ativista pela justiça social. Quando Tessa é encontrada morta no deserto, as circunstâncias apontam para seu amigo, Dr. Arnold Bluhm, mas é logo esclarecido que ele não é o assassino. De luto e zangado, Justin se prepara para descobrir a verdade por trás do assassinato e, no processo, ele desenterra algumas revelações perturbadoras. Data de lançamento: 31 de agosto de 2005 (EUA) Direção: Fernando Meirelles Música composta por: Alberto Iglesias Roteiro: Jeffrey Caine Prêmios: Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante,

Crise do socialismo, fim da União Soviética

Adeus, Lênin Comunista ferrenha enfarta e entra em coma ao ver o filho em protesto contra o regime. Quando ela acorda um ano depois, o Muro de Berlim foi derrubado, mas seu filho luta para fingir que nada mudou, temendo que o choque lhe seja fatal. Data de lançamento: 25 de dezembro de 2004 (Brasil) Direção: Wolfgang Becker Música composta por: Yann Tiersen Canção original: Summer 78 Prêmios: Prêmio do Cinema Europeu de Melhor Filme

Conflito entre Israel e Palestina

Lemon Tree Viúva palestina vê sua plantação ser ameaçada quando o ministro da Defesa de Israel se muda para a casa ao lado. A Força de Segurança israelense logo declara que os seus limoeiros colocam em risco a segurança do ministro e precisam ser derrubados. Data de lançamento: 8 de agosto de 2008 (Brasil) Direção: Eran Riklis Música composta por: Habib Shadah Bilheteria: 6,628 milhões USD Indicações: Prêmio do Cinema Europeu de melhor atriz

Terrorismo, guerras dos anos 2000

Restrepo Vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance e indicado ao Oscar de Melhor Documentário, Restrepo narra a implantação de um pelotão de soldados dos Estados Unidos no Vale Korengal (Afeganistão), entre 2007 e 2008.

O filme se concentra num posto avançado com 15 homens chamado "Restrepo", nome de um médico do pelotão que foi morto em ação. Este foi considerado um dos mais perigosos postos militares dos Estados Unidos.

Por ser totalmente experimental, o documentário não conta com entrevistas dos generais ou diplomatas, e as câmeras nunca deixam o vale. O objetivo dos diretores Sebastian Junger e Tim Hetherington é fazer com que os espectadores se sintam como se estivessem passando 94 minutos em ação no local.

De maneira geral, o longa mostra como os soldados são enviados para uma terra de ninguém sem um objetivo claro. Nem eles sabem o que foram fazer por lá; só sabem que o inimigo mora ao lado e que o preço psicológico a pagar é muito caro.

Século XXI Uma seleção feita pela BBC Mundo elencou os 25 melhores filmes dos Estados Unidos do século XXI, segundo críticos do cinema. O número um é "Mullholland Drive" (Cidade dos Sonhos), dirigida por David Lynch.

Cidade dos Sonhos Uma jovem atriz viaja para Hollywood e se vê emaranhada numa intriga secreta com uma mulher que escapou por pouco de ser assassinada, e que agora se encontra com amnésia devido a um acidente de carro. Seu mundo se torna um pesadelo e surreal. Data de lançamento: 17 de maio de 2002 (Brasil) Direção: David Lynch Canção original: Mulholland Drive Música composta por: Angelo Badalamenti Prêmios: Prémio de melhor diretor

Agora só escolher o período da história que mais lhe agrada e divertir-se.

Fontes: Redação Guia dos Estudantes, Wikipédia, Guia da Semana.


version 5/s/cinema// //Alfredo Passos