amarse

A vida é mesmo uma coisa efêmera

Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes.

A Tecnologia e Suas Verdadeiras Faces, Contribuição ou Destruição?

Tornou-se chocantemente óbvio que a nossa tecnologia excedeu a nossa humanidade.

Albert Einstein


Tecnologia-digital-amvos-digital.jpg.jpg

Existe atualmente um slogan popularmente conhecido e bem pronunciado. "Tecnologia use ao seu favor". Esse slogan faz parte do universo demasiadamente avançado, no qual impera a ideologia de que, quem não possui nem um vínculo, ou nenhuma espécie de familiaridade com a mesma, certamente será tachado de retrógrado, ou que vive em um mundo que não é nada parecido com esse, ou ainda, indo mais longe, esta pessoa comumente estará fadado a viver uma vida medíocre. Mas afinal até que ponto o ser humano chegou com o uso abusivo da tecnologia? Será que de fato podemos falar que a tecnologia só trouxe consigo benefício?

O homem sempre foi ambicioso, sempre almejou mergulhar nas águas profundas do conhecimento, mesmo que este pudesse lhe afogar posteriormente. O que podemos observar hoje é um mundo individualista, depressivo, raquítico. O que enxergamos nada mais é do que o reflexo que o homem construiu, são pessoas carentes de afetividade, covardes e mascaradas. Pois as telas cegarão as pessoas. Tem-se aí um mundo completo de tragédias e a grande maioria oriunda da tecnologia. Não se conversa mais em rodas, pois as redes sociais tais como: Whatsapp, Facebook, Tinder já fazem muito bem esse papel.

Foto Pauta.jpg

Tecnologia e a socialização:

A socialização perdeu a cor, a essência, temos agora a Pseudo-socialização, a falsa socialização em massa, na qual você conversa com muitas pessoas mas permanece sozinha ao mesmo tempo. Marca e desmarca, rir sem estar sorrindo, diz que ama com cara de ódio, e ainda curte aquela foto sem gostar. Talvez você possa pensar que é puro exagero, mas existem coisas para lhe provarem que não. A nova onda está provocando grandes prejuízos para o universo social, as pessoas comumente estão vivendo em um mundo isolado que falsamente dizem ser só delas. Para que sair de casa se elas já possuem o mundo em suas voltas.

O que se entende por isso é que o ser humano acaba por demostrar a maior falta de interesse pela companhia e o olho no olho. O mundo virtual nada mais é do que uma farsa, as pessoas querem mostrar o que não são e com isso aumentarem o seu ego ou rebaixarem dependendo da maneira como este é tratado via rede social. Caso suas expectativas não sejam superadas nesse mundo cibernético, virão possivelmente os traumas, e suas principais características são claras.

Portanto é sumamente importante que haja uma fiscalização pessoal e individual, e que as pessoas obrigatoriamente se façam a seguinte pergunta. Até que ponto a tecnologia está me afetando? Só assim estas estarão cientes até que ponto isso prejudica ou beneficia.

Tecnologia, e os Presentes Maus do Século

A obesidade é um dos males do presente século que atinge boa parcela da população, sem exceções. Para que esses indivíduos consigam se livrar dessa condição incomodante que não somente se resume a um mal estar físico mais também psíquico, este precisa realizar uma série de atividades regulares que possam resolver isso.

Sim eles precisam sair do conforto de suas casas de frente da TV, do computador, de toda e qualquer tipo de coisa que possa lhe provocar sedentarismo. É muito difícil colocar isto na cabeça de uma criança obesa, que ela precisa comer nos horários certos, e que consequentemente vai perder aquele seriado das 12.00, e muito menos não vão poder comer em frente ao computador, pois nós vivemos em uma sociedade na qual se costuma rotineiramente ter o computador, iphone seja lá o que for como seu melhor e fiel amigo.

Estamos diante de uma vida tecnológica avançada em detrimento da saúde, que vem se tornando relaxada, irregular, e fugindo do controle. Crianças que deveriam estar no campo jogando bola, gastando energia com algo produtivo, pintando e se sujando, estão em frente ao computador com um pedaço de pizza, biscoitos, talvez tomando o café da manhã no horário que deveria ser do almoço, jogando jogos online, fazendo tudo que não facilita a ter uma vida saudável.

online-safety.jpg

Sem mais delongas, pode ser citado aqui como mal do século a depressão, uma condição que vem fazendo muitas vítimas, sua causa pode ser explicada tanto fisiologicamente quanto psicologicamente. Fisiologicamente falando depressão nada mais é do que os acúmulos de neurotransmissores nas fendas sinápticas, e para que isso seja revertido tal paciente deve tomar alguns medicamentos para ajudar no processo de transmissão regular de alguns hormônios, a Fluoxetina é um bom aliado, assim esses neurotransmissores serão desacumulados e continuaram fazendo o seu papel.

Você pode se perguntar, o que depressão tem haver com tecnologia? Não sejamos egoístas a depressão é uma, ou a primeira consequência desse novo mundo, nem se conta mais quantos jovens já se suicidaram, ou que estão agora trancados em um mundo ridículo, escuro, sem ar, sem cor, aquele mundo das pessoas fracas que são moles e que não aguentam as pancadas da vida. Esse mundo ai é o do ser depressivo. Eu não estou afirmando que pessoas depressivas são pessoas fracas e moles, só estou querendo mostrar que talvez tenha gente por ai que acredita nisso.

Algum tempo atrás começou uma moda de enviar fotos de pessoas pra pessoas, e como todo mundo sabe moda não permanece só entre um individuo isso começou a procrastinar. As fotos eram e são variadas desde o rostinho bonitinho, até das regiões genitais, a intenção a priori de alguns era só de fazer os gostos do companheiro, no entanto isso foi se expandindo de maneira que a juventude foi tomando gosto. De repente as fotos começam a vazar, a menina de família não é mais vista como a moça certinha, pois o seu parceiro deixou vazar o lado escuro de sua personalidade, ou o seu outro “eu”.

depressão.jpg

Tudo isso vai se tornado uma bola de neve que foge do controle, o desespero e o medo tomam conta, há alguns que não resistem à pressão e acabam pondo fim em suas vidas. Entretanto ainda existem aqueles que apesar de tudo ainda são fortes conseguem superar, porém com ajuda psicológica. Às vezes não. No entanto as marcas deixadas dessa tragédia irão lhes acompanhar para o resto de suas vidas.

A Tecnologia e a Sua Invasão nos Ciclos Familiares:

A tecnologia também deixa seus rastros nos ciclos familiares, podendo ser citados alguns: Famílias desestruturadas falta de diálogo, privacidade exacerbada. Sim tem muitos filhos por ai que estão sendo comprados por um simples aparelho tecnológico, pois existem pais que acham que dá amor é proporcionar tudo que eles querem. Por conseguinte temos uma geração crescendo sem afeto, e sem amor e repassando isso para os seus descendentes, ou ninguém já ouviu falar que a família é a total responsável pela educação primaria dos filhos?

Se família é sinônimo de união, amor, respeito e confiança, porque está existindo esses conflitos existências entre seus integrantes? O casamento ou qualquer tipo de relação afetiva que una dois seres com a intenção de se amarem mutuamente deve ser pautado na confiança e se não houver, já haverá muitos conflitos. Mas afinal o que levou essa falta de confiança dentro do casamento, ou ciclos familiares? Até que ponto a privacidade chega a ser saudável?

Na atualidade cada um vive o seu mundo, e isso querem levar pra dentro de uma relação, às pessoas não aceitam esse tipo de atitude relatando que a família deve ser como um livro aberto, e tudo devem ser compartilhados entre si. Entretanto não é isso que vem acontecendo, pois se alega que privacidade é a palavra de ordem, mas na cabeça das pessoas onde há algo escondido é por que não é bom, ou que não é pra ser descoberto.

Claro que existe a privacidade saudável, mas se o seu marido ou seus filhos não te deixam nem tão pouco chegar perto dos seus aparelhos celulares isso chega a ser algo desconfortável. Isso vai gerando falta de confiança, pois vivemos em uma sociedade que possui muito histórico de traição, e que o celular e a internet são os principais cúmplices. A família está de fato perdendo a sua essência, não querendo ser generalista, pois ainda existem famílias bem estruturadas.

Portanto pense bem antes de ter um filho, se está disposta ou não a proporcionar a estes pequenos uma base bem fortalecida, ou será apenas como uma grande maioria dos pais que vivem na mera ilusão de que amor é simplesmente agradar com bens materiais, algo muito equivocado da parte deles. Talvez se você fosse mais atento perceberia filhos que tem tudo o quer, entretanto são filhos explosivos que fazem de tudo pra chamar atenção, e que por vezes fazem isso querendo superar as brechas que seus pais deixam a desejar, querendo chamar atenção por pura carência de um amor fraternal.

mae_internauta46-171883.jpg

A tecnologia é algo consideravelmente bom, desde que seja usado de maneira coerente, caso contrario seus malefícios serão maiores que seus benefícios. E isso foi citado claramente no decorrer do texto, saber usa-la é o segredo de uma vida melhor. Talvez se eu fosse citar as consequências que a tecnologia traz ou trouxe passaria horas relatando, mas não vou me estender a tanto.

Só lembrando que não sou nenhuma espécie de monstros das cavernas, que vive em uma bolha isolada do mundo. Sou uma pessoa que vive normalmente e que na maioria das vezes necessita também da tecnologia para ter uma melhor qualidade de vida. Só estou citando os prós e contras dessa nova onda, como tudo na vida existe os prós e contras, assim como remédio que cura e mata concomitante, estamos diante de algo que nos beneficia e nos mata aos poucos ao mesmo tempo, sejamos bem vindo ao mundo tecnológico.


Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/tecnologia// @obvious //Ana Karoline