amarse

A vida é mesmo uma coisa efêmera

Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes.

Burrhus Frederic Skinner e a teoria do reforço

Os homens agem sobre o mundo, modificando-no e são, por sua vez modificados pelas consequências de sua ação.

B. F. Skinner


MTE5NTU2MzE2MzcxNTg0NTIz.jpg

Burrhus Frederic Skinner é popularmente conhecido como o pai do “Behaviorismo Radical” que tem como significado voltar às raízes. Skinner é um autor mais do que fascinante e apesar de não está mais no meio de nós a sua presença é marcante, pois deixou um legado lindo, no que diz respeito ao estudo do comportamento humano.

Estudar o comportamento humano não é tarefa fácil, visto que esse está em constantes mudanças, mas Skinner veio pra provar que não é impossível. Seus estudos são tão preditivos que podem ser aplicados no dia a dia sem a menor dúvida. Pode parecer brincadeira mais se você começar a praticar pelo menos uma das técnicas ensinadas por ele, coisas boas irão lhe acontecer, não existem regras mirabolantes, é só ler sobre o que lhe interessa e praticar.

Desta forma, é evidente que irá surgir algumas dúvidas do tipo: Em que área do comportamento humano seus estudos podem me ajudar? Sem exagero, mas onde existir interações entre pessoas, e você estiver envolvido nessas interações e queira mudar algo a seu favor, ali mesmo você poderá está aplicando as técnicas de Skinner. Irei logo abaixo listar suas respectivas teorias, e como podem ser aplicadas. Para começar aplicá-las você comumente terá que primeiro conhece-las, então vamos a alguns conceitos.

Reforço: Esse é um dos conceitos mais importantes da teoria de Skinner. O reforço nada mais é que uma técnica que irá aumentar a probabilidade de alguém se comportar mais vezes de acordo com um estímulo externo produzido por alguém. É também tudo aquilo que aumenta a probabilidade de um comportamento se repetir. Ele é responsável por subsidiar outras técnicas desse mesmo autor. Irei exemplificar o que é um reforço, e quais os tipos mais usados na teoria de Skinner. Abaixo listarei alguns dos tipos de reforço que mais podem te favorecer nas suas relações.

Ex.: Numa determinada sala de aula existe um aluno que quase não participa das aulas por medo de não falar “bonito”, de repente ele decide participar mesmo que esteja com receio, e após o termino de sua fala todos começam lhe ovacionar, e a professora o elogia com algo do tipo, “muito bem”, “quero sua participação mais vezes”. O que você acha que vai acontecer com o comportamento de falar em sala de aula desse aluno? A resposta é clara, ele com certeza irá participar mais vezes. O reforço serve pra aumentar o nosso ego.

Reforço intermitente: Ele é muito importante e pode ser usando sem medo. Nesse, a pessoa somente reforça comportamentos esporadicamente, ou seja, nem sempre quando ela se comporta obterá reforço imediato. Essa técnica costuma funcionar pra pessoas que começaram um relacionamento e de repente uma das pessoas some do nada, o sujeito que se ver nessa situação pode avaliar se ela(o), não estava ou sendo fácil demais, ou reforçando comportamentos continuamente. Esse tipo de reforço serve para aumentar a frequência de comportamentos.

Ex.: Você está ficando com um cara que só te liga depois das dez da noite, não costuma conversar com você no meio da semana, e só fala contigo quando está afim de um lance, ou quando as outras não lhe dão bola, ou seja, você é comumente um segundo plano, isso por que ele já sabe que basta estalar os dedos que você está nos pés dele.

Ele some cerca de um mês e na primeira mensagem que ele manda lá vai logo você respondendo e aceitando o convite. Então querida o que está acontecendo é que você está reforçando sempre comportamentos errados, e pra isso ser mudado, claramente você terá que usar o reforço intermitente. Se o seu desejo é que ele se comunique mais vezes com você no decorrer da semana, então pare de responder as mensagens que ele te manda em horários inconvenientes, pois quando você responde estará reforçando um comportamento errado.

Reforço contínuo: Diferente do reforço intermitente, nesse comportamento será reforçado todas às vezes. Comportou-se, logo recebeu reforço. Esse tipo de reforço pode ser bom, mas pode se tornar um vilão se não for usando em contextos coerentes. No exemplo citado acima você pôde observar um mau uso de reforço contínuo.

Agora que você já sabe o que é reforço e suas implicações, basta aplica-lo de maneira correta e esteja ciente de quais comportamentos você quer reforçar, pois geralmente as pessoas começam a reforçar comportamentos errados e sofrem por isso. O segredo é saber identificar quais comportamentos você deseja que se repitam mais vezes.


Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes. .
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/literatura// @obvious //Ana Karoline