amarse

A vida é mesmo uma coisa efêmera

Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes.

Você é Histérica? Descubra agora

Dentre as principais características estão: desamparo, baixa autoestima, tendência a ter depressão, baixa tolerância a frustração e criticas, e uma grande necessidade de ser reconhecido e valorizado, deseja ser o centro do universo e, portanto faz de tudo para chamar atenção.


Cómo-sabes-si-actúas-como-histérica 2.jpg

A palavra histeria vem do grego hysteros que significa "útero" os estudos sobre histeria são bem antigos, bem estudados por Sigmund Freud, Charcot, e Breur dentre outros. Houve muitas controvérsias a cerca do estudo da histeria. Primeiro porque acreditavam que as pacientes estavam simulando os sintomas para chamar atenção, e que a histeria era uma condição somente de mulheres. Freud foi um teórico muito interessado nesse assunto, posteriormente descobre que a histeria não era somente uma condição feminina, sendo também observada em homens. Instaura- se um conflito, pois Breur não concorda com essa ideia de Freud, causando um grande rompimento entre os dois.

A respeito das estruturas da personalidade, Freud dividiu em três, Neurótico, psicótico, e perverso. Aqui falaremos somente da estrutura do neurótico histérico. O sujeito neurótico histérico é um sujeito castrado que passou pelas fases do complexo de Édipo, e que possui barreira do recalque, essa estrutura que lhe qualifica como neurótico. Sofrer neuroticamente é sofrer no corpo, o sujeito neurótico sofre com a falta, iminente. Nessa estrutura prevalece à insatisfação, um vazio existencial, que se tenta preencher com algumas coisas supérfluas: compras, viagens, joias etc.

São pessoas que valorizam o corpo, pois é através dele que o sujeito se comunica com o mundo. Gestos, gesticulações, encenações, trejeitos, são características crucias na personalidade histérica. A relação familiar é de uma mãe histerogência, que provoca sentimentos ambivalentes na criança, o pai sente-se desvalorizado, e desqualificado por essa mãe. Geralmente as mulheres histéricas desvalorizam a mãe. Dentre as principais características estão: desamparo, baixa autoestima, tendência a ter depressão, baixa tolerância a frustração e criticas, e uma grande necessidade de ser reconhecido e valorizado, deseja ser o centro do universo, e, portanto faz de tudo para chamar atenção.

Vale ressaltar que muitos de nós podemos ter características marcantes de um sujeito histérico, mas podemos ter traços obsessivos ou fóbicos. Tudo isso citado acima é referente à teoria psicanalítica, e não necessariamente uma verdade universal, existe por ai outras teorias a respeito do estudo da construção da personalidade


Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/literatura// //Ana Karoline