amarse

A vida é mesmo uma coisa efêmera

Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes.

A tua beleza vem de dentro


Somos prisioneiros. Prisioneiros de nós mesmos.


Somos prisioneiros. Prisioneiros de nós mesmos, algumas vezes nossa cor nos incomoda, e passamos a não aceita-la, nossa estatura não é a mais bonita, o formato do rosto, do nariz, a cintura, os olhos, se fugir do padrão estabelecido, logo, gerará incômodo. Talvez o padrão estabelecido por aí, está longe de ser o seu, e o pior de tudo, é que isso te fere, te fere amargamente. Estamos diante de uma sociedade que perdeu a essência, visando somente à aparência, e a culpa é inteiramente nossa, ensinamos as pessoas a não se aceitarem da forma como elas realmente são. Como podemos exigir um mundo com mais amor, se nós mesmos colaboramos com o desamor? Quando valorizamos mais o exterior estamos desprezando características que são essências em um ser humano, e que você só encontrará no profundo intimo de cada um. Esquecemos de algo tão importante, a verdadeira beleza vem de dentro, e ninguém pode estabelecer como você pode ou não ser, a ninguém foi concedido esse direito.

Maltratamos, censuramos de várias maneiras: com um olhar, com atitudes, um simples gesto, gera um grande desconforto no outro, levamos o outro a acreditar que o errado é ele, e se há alguma coisa que não se encaixa no modelo padrão de beleza, ou você se aceita, ou vive amargamente refém desses padrões. Um corpo perfeito é muito relativo, depende muito do contexto histórico, há muito tempo atrás, mulheres roliças, eram consideradas, bonitas, já na modernidade, exalta-se, a magreza, fazendo com que nem todos alcancem esse ideal, necessitando muita das vezes de um sacrifício exagerado, por isso, muitas vezes, algumas pessoas, desenvolvem transtorno que estão diretamente ligados, como regras e padrões distorcidos que nós mesmos ditamos. Não estou aqui para apontar, mas, sinto em dizer que nós somos os maiores responsáveis por tudo isso.

neleza-1024x569.jpg

Os transtornos mentais tornam-se dia após dias mais evidentes, e a grande maioria deles, é potencializada por nós mesmo. Exaltamos a magreza, e por isso muitos se tornam anoréxicos, a todo o momento somos lembrados que a cor da pele, é a branca, o número do manequim é trinta e seis, e os cabelos lisos e sedosos ainda continuam em alta, e se você não se enquadra nisso, ou você se aceita exatamente como és, ou estará destinado, a viver, amargamente e terá como pior inimigo o espelho.


Ana Karoline

Estudante de psicologia , aos 21 anos tive a minha primeira publicação em jornal. Apaixonada pelo comportamento humano e fascinada por neurociência. Sonhadora, desbravadora e as vezes exagerada. Ridiculamente bem humorada, e amante da vida e de pessoas resilientes. .
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/recortes// @obvious //Ana Karoline