ana g.passos

Não sou de difícil de ler...

Goris Passos

Eu vi o mundo e ele começa na escrita...

As santas postagens das redes sociais...

As redes sociais são ferramentas muito valiosas. Infelizmente, as pessoas não sabem usufruir, e acabam postando sobre tudo de forma desordenada...


Gerd Altmann4.jpg Imagens:Gerd Altmann

Atualmente é comum acessarmos a internet nos depararmos com postagens sobre calcinha de quem se esqueceu de usar, o bumbum mais arrebitado das mulheres fruta (tem até a mulher jaca), separação de casais da celebridade, pessoas oriundas do Reino de Nárnia (que saíram do armário), entre outras um tanto interessantes.

Os temas são bastante variados. Mas, há questionamentos sobre isso: são notícias importantes? Fofocas sobre a vida alheia? Relatos de coisas banais, ou as pessoas que de repente tentam fazer uma “ego trip” sem retorno, ou seja, estão perdidas dentro do seu próprio “eu”, e perderam a “coordenação motora do cérebro”.

O que mais impressiona é que as pessoas adoram aceder tais “futricados”, principalmente se for sobre a vida dos famosos, e o pior é que são duradouros, parecem fazer parte do cotidiano de muita gente, funcionando como um vício. Lembra-nos aquelas pessoas que só saiam de casa, depois de lerem sobre o seu signo.

Enquanto isso, na sala do Planalto, outras informações importantes acontecem. Há certa celeuma, mas, como num passe de mágica saem de foco rapidamente, ficam em “off” para dar passagem para outras polêmicas. Dá a entender que os famosos “mexericos”, estão sendo mais significativos, do que decisões sobre a vida do próprio brasileiro. Até as manifestações e panelaços da vida, parece não produzir efeitos...

O poder em que as redes sociais exercem sobre os sentimentos e a vida das pessoas é avassalador. Um bom exemplo disso é quando morre algum cantor famoso, ou que até então não era “tão famoso” assim, mas, bastou falecer para explodir nas ondas de notícias pela internet e a partir daí todos passam a conhecê-lo forçadamente pela mídia, e a aprender a se lamentar pela celebridade que em dias atrás nunca tinham ouvido falar.

Outra discrepância são datas comemorativas, em que não tínhamos conhecimentos de terem sido abordadas antes nas escolas, nem ao menos com tanto fervor: “dia da gestante, “dia do caixeiro viajante”,” dia do canhoto “,“ dia da juventude”,”dia da cerveja”,”dia do frescobol”, “dia do cachorro quente”, “dia do orgasmo”... Com esses exemplos dá até para imaginar o “dia do cocô” como seriam as postagens e as comemorações?

E as datas comemorativas Cívicas no Brasil? Foram esquecidas. Ultimamente não se ouve mais falar no “dia do soldado”, ”dia da Proclamação da República”, ”dia da Independência”... O mais importante mesmo nessas datas, é que recaia entre a sexta e a segunda-feira, para que seja um feriadão bem prolongado. E o mais curioso é que quando se pergunta sobre o que se comemora no dia 12 de outubro, infelizmente, e para a tristeza geral, há quem responda: “dia da criança”, ou seja, esqueceram até do dia da própria Padroeira do Brasil – Nossa Senhora Aparecida.

Há também aqueles meio “Narcisistas”, que adoram mostrar o corpo, e para provar que está malhando de verdade, tira uma selfie na academia em que está treinando e faz aquele breve comentário atropelando a língua portuguesa de forma cruel e desprezível: “Mim esforssando pra ficar bonito”... Bem, analisando esse caso, consta que ele deve ser parente de um índio por usar o “mim” antes do verbo, como também se o esforço que ele pretende fazer para ficar bonito, for igual ao teor em que ele escreve, vai ser complicado obter algum sucesso.

Outro tema bastante exposto é sobre a localização onde a pessoa está. Tem gente que não resiste, e posta até quando vão ao médico, ou fazer um simples exame, com todos os detalhes possíveis e imagináveis. O efeito surge nos comentários: “Olá, que doença você tem? Não sabia que estava tão doente assim... Posso ir visitá-la, é grave, será que é câncer?

E,creiam, há outros que postam que estão no banco, e ainda completam com a frase: “fazendo depósito”. E ainda aqueles que pedem para esperá-lo, pois ele está com disenteria, e volta logo...

Ah! Há ainda aquelas bem contraditórias, quando uma pessoa está em luto, e as pessoas curtem... Como assim, estamos curtindo que o colega está em luto? Que tal um comentário pelo menos mostrando os seus sentimentos pela perda daquela pessoa tão querida?

E com o passar do tempo, as metas da nossa queridíssima Presidenta vão dobrando, para tudo o que é ruim para o trabalhador, competindo com as famosas postagens que vão triplicando, e de maneira descontrolada, vão espalhando suas “fabulosas e mirabolantes sementinhas “...

Aconselha-se para quem perdeu a “coordenação motora do cérebro”, para exercitá-lo, tornando-o um “cérebro sarado”, sem precisar ir às academias da vida, nem tirar selfies desnecessárias, mostrando os supostos músculos. Que tal adotar métodos para que a partir de agora postar coisas que venham a acrescentar no desenvolvimento intelectual? Aproveitar de maneira intensa e inteligente uma ferramenta tão importantíssima que são as redes sociais, e que muitas vezes nos beneficiam literalmente em muitos aspectos.


Goris Passos

Eu vi o mundo e ele começa na escrita....
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious //Goris Passos