ana g.passos

Não sou de difícil de ler...

Goris Passos

Eu vi o mundo e ele começa na escrita...

Sexo está no ar? Humm... Sim...

O sexo não é só relacionado ao desejo... É também, alvo principal de polêmicas e tabus, que no final, temos que admitir que está sempre acontecendo... Sempre no ar!


geralt.JPG Imagem: Gerd Altmann

Desde o ventre, quando ainda um simples ovo zigoto, convivemos com a obsessão no que diz respeito ao sexo. É claro que o preconceito e a polêmica sobre esse tema nunca deixa de ser evidenciado, nem mesmo em tempos atuais com toda tecnologia à nossa frente, incluindo-se o sexo virtual.

Afinal, o que significa sexo? Muitos podem argumentar: Freud explica... Mas, entende-se que cada um tem sua própria definição, o que o torna ainda mais complexo.

Os bons e velhos dicionários ainda ajudam: “Sexo - Exercício sexual praticado a partir de dois seres, em busca de prazer, ou reprodução”. Bela definição. Diante desse contexto, uma pergunta ainda paira no ar: Sexo é realmente essencial na vida do ser humano? Os terapeutas, bem sabem o quanto é dificultoso conviver com esse questionamento.

É fato que toda menina, sonha em um dia se casar, ter uma vida com seu esposo, fazer feira, cuidar da casa e dos filhos, e... Óbvio fazer sexo... Outra indagação é que quando se fala de sexo, parece ser mais fácil de se lidar, quando se trata do lado masculino.

Aquela velha “tradição”, em que os homens têm que praticar o sexo ainda quando meninos, enquanto que a mulher tem que casar virgem, apesar da evolução, esse “modelo” ainda permanece em tempos contemporâneos. É comum nos depararmos com mulheres conservadoras, que ainda agem, ou defendem essa forma.

Pensando bem... Por que tanto mistério, e preocupação com o rompimento de um hímen, diante de uma coisa tão natural, que é o famoso sexo? Sexo é importante, e deve ser visto de forma holística, não apenas na ideia fixa de copular, como se passa na cabeça da maior parte das pessoas.

Sexo é tão natural, e acontece tão espontaneamente, que no filme “A Lagoa azul” (apesar de ser uma ficção), nos revela que não foi preciso ler revistas ou assistir filmes pornôs, para que a química do acasalamento acontecesse na trama. E sabe-se que o mecanismo funciona assim mesmo... De alguma forma, as pessoas um dia despertarão para o sexo, até mesmo aquelas com teor de “puritanas”, ou os que se deparam com o celibato.

A questão é de como o sexo é visto. Há pessoas que o levam para o lado “feio”, digamos assim, voltado para maldade... Infelizmente, é terrível visto por esse prisma. Outros mais românticos aclamam como um entrelace de almas, num só corpo... Alguns buscam conforto atrelado ao prazer, ou de atender às fantasias sexuais... Outros mais fazem apologia aos “cinquenta tons de cinza”, outros são adeptos ao “Kama Sutra”... etc...etc...

Em consonância com a música de Rita Lee, com a divina contribuição de Arnaldo Jabor (Amor e sexo): “Amor é para sempre, sexo também... Sexo é do bom, amor é do bem”... Então, viva o sexo, que anda de mãos dadas com o desejo, e se patenteia nos orgasmos, o que é tão intrínseco... Próprio de cada um. E está presente no ar que respiramos.


Goris Passos

Eu vi o mundo e ele começa na escrita....
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// //Goris Passos