anacoluto

As melhores crônicas que você poderia ler.

Leonardo Lima

Tenho duas mãos, tenho o sentimento do mundo, só não sou mártir literário.

Obrigado por me deixar

Depois de muita reflexão e incerteza se devia terminar ou não, do nada você acabou com tudo. Mas sabe de uma coisa? Obrigado por isso, está bem melhor assim.


tumblr_nbr7lrdlx21qgk2yao1_1280.jpg

Te devo muita coisa. E pessoas nos transformam, isso é fato. Você particularmente me ensinou muito; por bem ou por mal ensinou. De qualquer forma você, com o seu jeito impetuoso de ser, me deixou de repente. Algo explodiu em ti, e fiquei à deriva de entender o que de fato foi o estopim. Fiquei à deriva porque quis, porque não me apeteceu me preocupar ou me inebriar para ter epifanias loucas sobre a motivação de sua partida. Mesmo assim, foi uma ótima coisa que aconteceu, pensando bem. Porque eu não teria tido a coragem de cortar o mal pela raiz como você teve. Não se engane: o mal era bilateral. Eram dias terríveis e sofridos de ódio e paixão, de ciúmes e negligência, de brusca contradição sentimental. Hoje estou mais sábio. Hoje estou mais contente, e o melhor de tudo: estou com todas as coisas que você me ensinou. Das coisas que tínhamos em comum, que podíamos trocar figurinhas, uma decepção: sua inutilidade superou os limites do imaginável. Mas por outro lado, pude aprender sobre pessoas, sobre humanos. Apesar de tudo isso, desejo muita sorte pelo seu caminho. Certamente precisará. Espero que daqui a muito tempo nos vejamos novamente, mas desta vez distantes, separados por um grande espaço de terra: penosa e hilariamente unidos pelas memórias que lampejarão em nossas mentes. Obrigado por me deixar.


Leonardo Lima

Tenho duas mãos, tenho o sentimento do mundo, só não sou mártir literário..
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //Leonardo Lima