animar

A vida pede ação, a alma atenção.

Ligia Santos

Estudante de psicologia, ama escrever e adora boas rimas. Gosta de passar o tempo ouvindo boas composições musicais e se diverte assistindo seriados, filmes e programas de culinária. Gosta de observar e ouvir boas histórias.Tem fé em Deus, na vida, nas pessoas e no futuro

A bravura é o componente reanimador feminino

Toda mulher valente já foi tida como brava ou mesmo selvagem, porém estes termos podem (e tem) significados muito mais interessantes e relevantes. Diz respeito à saúde, liberdade, amor e coragem do feminino.


tumblr_lwo9hlyb4a1r289s2_large.jpg

Clarissa Estés, em seu livro “Mulheres que correm com os lobos” entre histórias, contos e lições, traz uma visão da mulher selvagem, mas não no sentido grosseiro e sim no modo bravo e prodigioso que a mulher pode ser.

Os lobos saudáveis e as mulheres saudáveis têm certas características psíquicas em comum: percepção aguçada, espírito brincalhão e uma elevada capacidade para a devoção. Os lobos e as mulheres são gregários por natureza, curiosos, dotados de grande resistência e força. São profundamente intuitivos e têm grande preocupação para com seus filhotes, seu parceiro e sua matilha. Tem experiência em se adaptar a circunstâncias em constante mutação. Têm uma determinação feroz e extrema coragem. No entanto, as duas espécies foram perseguidas e acossadas, sendo-lhes falsamente atribuído o fato de serem trapaceiros e vorazes, excessivamente agressivos e de terem menor valor do que seus detratores. Foram alvo daqueles que prefeririam arrasar as matas virgens bem como os arredores selvagens da psique, erradicando o que fosse instintivo, sem deixar que dele restasse nenhum sinal. A atividade predatória contra os lobos e contra as mulheres por parte daqueles que não os compreendem é de uma semelhança surpreendente.” - Clarissa P. Estés

É sobre ser realmente indomável quando for preciso, é carregar ânimo e agir com firmeza diante das adversidades. Toda força motriz que gera vida advém de uma parte ínfima ou grandiosa, que se alterna conforme o momento e as necessidades vivenciadas. O princípio da intuição, da sagacidade e da espiritualidade se encontra no íntimo de cada indivíduo.

Entretanto, muitas vezes as pessoas são feridas e acabam, de certo modo, dando permissão para a mágoa se instalar e com isso, acabam tendo relações cercadas de medos e superficialidades. Deixam amores, alegrias e momentos passarem sem ao menos ter dado uma oportunidade para vivê-los. E o tempo vai passando e enquanto você está estacionado na sua dor, entretanto, independente da razão do sofrer, é preciso determinação para não fazer da vida uma via de lamúrias. É preciso arriscar e mudar, ser selvagem e assumir sua própria natureza de ser livre.

Ocasionalmente, é necessário ser o amor que você nunca recebeu, é fundamental transformar as ausências de carinho em afeto e ternura e realmente ir em direção contrária do sofrimento particular, é uma forma de evoluir de maneira real, mas desconhecida e assim descobrir que a vida também reconhece e retribui ama e age corajosamente.

Pra ser saudável é preciso ter energia que só as novas experiências são capazes de proporcionar, ninguém se torna forte agindo sempre da mesma maneira, por isso a valentia é vital, mesmo que experimentada em pequenos momentos, a intrepidez é sinônimo de vida.


Ligia Santos

Estudante de psicologia, ama escrever e adora boas rimas. Gosta de passar o tempo ouvindo boas composições musicais e se diverte assistindo seriados, filmes e programas de culinária. Gosta de observar e ouvir boas histórias.Tem fé em Deus, na vida, nas pessoas e no futuro.
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Ligia Santos