antes do instante final

A visão de uma jovem boemia

Sarah Vianna

Uma jovem estudante de Jornalismo, que nunca gostou de seguir as regras e padrões. O conveniente nunca me agradou.

Sim, sou feminista

“Ao longo da maior parte da História, Anônimo foi uma mulher”.
– VIRGINIA WOOLF


post.png

Sim, sou feminista, porque em um ano cerca de 469 mil mulheres são estupradas, e a cada uma hora e meia, um homem assassina uma mulher no Brasil.

Sou feminista porque acho um absurdo a forma que a sociedade julga as mulheres. Sou feminista porque acredito em igualdade de gênero, sim, igualdade, nem mulheres a cima dos homens e nem homens a cima das mulheres. Sou feminista porque acredito que o mundo precisa conhecer o poder e a força feminina. Sou feminista porque estou cansada de viver em um mundo que só os homens tem voz. Sou feminista porque odeio passar na rua e ouvir um assobio ou qualquer outra brincadeira machista.

Sou feminista porque hoje pela primeira vez na história, as mulheres correspondem a 50% da equipe de astronautas da NASA, sonho que um dia já tive. Sou feminista porque sei e sinto o quanto nós, mulheres batalhamos muito para chegar aonde chegamos.

Sou feminista porque graças ao movimento Sufrágio feminino, hoje a maior parte das mulheres tem direito ao voto. Sou feminista porque em 7 de setembro de 1968, em Atlantic City, EUA, no concurso de Miss America, as mulheres rebeldes, metaforicamente queimaram seus sutiãs, como protesto, pela liberdade das mulheres. Sou feminista porque quero um dia ter os mesmo direitos e obrigações de meus amigos homens. Sou feminista e não odeio os homens. Sou feminista porque acredito em justiça. Sou feminista pois ainda hoje, os homens ganham salários mais alto que as mulheres, mesmo que os dois desempenhem a mesma função.

Sou feminista porque quero que o mundo veja o quanto às mulheres são fortes e merecem ser reconhecidas por isso. Sou feminista porque espero nunca mais ouvir uma mulher chorando por ter apanhado do namorado. Sou feminista porque acredito na liberdade á cima de tudo.

Sou feminista porque acredito em mulheres como Elis Regina, que nos anos 60, foi a primeira mulher a aparecer de minissaia na televisão brasileira. Sou feminista porque acredito na coragem de mulheres como Micheline Bernardini, a stripper, que em 1946 foi à primeira mulher a usar um biquíni em público. Sou feminista porque sonho em ter a garra de Dandara, que liderou a resistência negra pela libertação dos escravos. Sou feminista porque acredito na voz das mulheres como Malala, a pessoa mais jovem a receber o Nobel da Paz, por defender o direito das meninas frequentarem a escola.

Sou feminista porque não quero mais ver mulheres sendo mortas por seus maridos opressores. Sou feminista porque acho ridícula a ideia de que a mulher tem que ser “pra casar”. Sou feminista porque acho que a mulher deve ser livre, para viajar o mundo, para criar uma família, para não fazer nada, para fazer tudo. Sou feminista porque acredito que as mulheres tem o direito de escolherem seus próprios destinos. Ninguém vive a vida no nosso lugar.

Sou feminista, porque nasci assim, porque nasci acreditando nas mulheres, acreditando em mim.

feminismo_02.jpg


Sarah Vianna

Uma jovem estudante de Jornalismo, que nunca gostou de seguir as regras e padrões. O conveniente nunca me agradou. .
Saiba como escrever na obvious.
version 7/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Sarah Vianna