antes do instante final

A visão de uma jovem boemia

Sarah Vianna

Uma jovem estudante de Jornalismo, que nunca gostou de seguir as regras e padrões. O conveniente nunca me agradou.

A camisa

Para as outras pessoas aquela surrada camisa xadrez, poderia parecer apenas uma camisa comum, como qualquer outra, mas para mim, ela era carregada de lembranças.


Eu sempre fui uma colecionadora assídua de camisas xadrez, você sabia disso, e desde que te conheci, sempre quis roubar aquela tua camisa xadrez em tons preto e branco. Você nunca me deixou roubar ela.

No dia em que você partiu, no fatídico dia em que você disse que não estava pronto pra mim ainda, você me deixou a camisa. Aquela camisa foi tudo que me restou de você, por muito tempo dormi abraçada na camisa, imaginando que estava abraçando você. Por muitos dias, usei a camisa freneticamente, como se estivesse com você ainda.

OBFD2Y0.jpg Por um longo tempo eu cheirei a camisa, e chorei ao fazer isso, para sentir o teu perfume e imaginar a tua presença. Até que um dia, o cheiro não estava mais ali, e então finalmente caiu à ficha de que você também não estava mais ali, e não adiantava eu ficar parada esperando pela sua volta, eu devia reagir, e seguir a vida, pois é assim que as coisas funcionam.

A camisa continua comigo, mas agora, ela é como todas as outras camisas, a única diferença é que quando olho para ela, um leve sorriso surge em meu rosto.


Sarah Vianna

Uma jovem estudante de Jornalismo, que nunca gostou de seguir as regras e padrões. O conveniente nunca me agradou. .
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/sociedade// @obvious, @obvioushp //Sarah Vianna