arcano do aleph

“Alho e safiras na lama...” T.S. Eliot, Quatro quartetos, 1943

Thiago Castilho

Advogado e escritor, um homem de leis e letras. Acredito que a arte pode “ensinar a viver”. Ensinar a viver significa ensinar a lutar pelos seus direitos e a amar melhor a si e a toda humanidade. Adquirir o conhecimento e transformá-lo em sabedoria de vida no palimpsesto do pensamento. Eis meu ideal intelectual que busca realizar a experiência do autoconhecimento, não sei até se do absoluto e talvez do Sublime aplacando assim minha angústia existencial, sem soteriologia, porque ao contrário de Heidegger não acho que somos seres-para-a-morte, mas seres-para-a-vida e seres-para-o-amor.

thiagocastilho

Thiago Castilho

Amo a história, o direito, a filosofia, a psicanálise, a literatura, a música e o cinema. Amo a maçã do mistério, o vinho do verbo e o apocalipse do amor. Nunca me esqueço da sentença sempiterna de Nietzsche “As maiores ideias são os maiores eventos.”.

Visualizo a vida como uma partida de xadrez com a morte e penso que a política é melhor do que “a guerra de todos contra todos”. Repensar a realidade e defender o coração da Constituição, o diamantino “princípio da dignidade da pessoa humana”.

Espero explorar esse espaço de escrita criativa e informal com lua, sangue e espírito. Eu creio que com amor, humor e imaginação a existência torna-se autêntica e inspiradora. Não sei até se incrível. Talvez imortal. Escrever é inventar e desnudar o desconhecido.

Segundo nosso genial, gentil e elegante poeta Drummond “Se procurar bem você acaba encontrando. Não a explicação (duvidosa) da vida, Mas a poesia (inexplicável) da vida.” Lembre-se: “Todo minuto que passa é uma nova chance de mudar tudo.” Vanilla SKY

Para emendar, queridos, cito aquela que o autor argentino chamou de “O sol escuro do Brasil”, Clarice Lispector: “Meu Deus, só agora me lembrei que a gente morre. Mas - mas eu também?! não esquecer que por enquanto é tempo de morangos. Sim.”. Ação!

Existe uma surpresa histórica infiltrada nessa plataforma polímata e visionária de escol. Os mais curiosos descobrirão e amarão nossa invisível tulipa de trevas. Boa sorte, leitores. “Ousa saber!” Kant, lema do iluminismo. Cultive seu conatus e seja livre como a luz.

Em tempos líquidos, sejamos serenos. "O homem é sobretudo o seu projeto." Sartre. Pelo o que gostaria de ser lembrado? Siga seu sonho. Uma prova de nossa infinita insignificância cósmica ou de nossa suprema singularidade no enigma do universo:

https://www.youtube.com/watch?v=jaHGvcE6KEA

Últimos artigos publicados

Mais artigos publicados

Site Meter