Agora é que são elas (not)


As polícias e magistraturas vão passar a poder vigiar as comunicações de criminosos através da internet, anunciou a Ministra da Justiça, em 13 de Fevereiro. Celeste Cardona disse que «tem já pronto um projecto de diploma» que, «com todo o respeito pelos direitos, liberdades e garantias», obriga «os operadores de comunicações a facultar (...) as informações relevantes para o combate ao crime». Assim, «estamos a evitar que a Internet (...) seja usada livremente como meio de comunicação seguro para as redes criminosas». Bom... facultar já se faculta, agora, se o teor do que é pedido, é suficiente para alguma coisa... mas isso já é outra história completamente diferente.... e mais não digo :->

obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// //obvious magazine