Top 10 BD - 6º lugar


goscinny.jpg Eu queria incluir aqui o Astérix: foi uma das leituras que marcou a minha infância e adolescência (sem falar que são livros que releio vezes sem conta). A minha geração cresceu a ler o Astérix; tenho amigos que citam trechos (geniais!) das suas histórias (como a dos belos, belos, belos, javalis!); já comecei a ler o Astérix às minhas filhas, para perpetuar a tradição... Mas seria injusto se este lugar do meu Top 10 pessoal fosse ocupado apenas pelo Astérix. Quem o deve ocupar de pleno direito é o seu genial autor: René Goscinny. Não me vou repetir, pois já em tempos lhe dediquei um post. Quero apenas deixar aqui um texto seu (a tradução é minha) em que é suposto fazer o elogio de Gotlib e que dá conta do humor e do génio deste criador.

"Eu nunca recuso escrever um prefácio; é normal que os autores menos célebres que eu tenham necessidade do meu apoio, da minha caução. Por isso penso que devo ajudar aqueles cuja carreira é menos gloriosa que a minha.(...) Ofereci-me logo para escrever este texto porque, afinal quem mais indicado para falar de um desenhador do que eu que, na minha qualidade de director de publicação, descobri, encorajei desde a nascença? Numerosos foram aqueles que eu revelei a eles-mesmo e ao grande público. E quando eles me dizem «devo-lhe tudo» eu respondo-lhes: «talvez, mas se eu vos tirei da lama vocês deram-me a satisfação de saber que vos deixei um pouco de talento, um pouco de mim próprio». Mas já basta de falar das esplêndiadas qualidades de que o autor é pródigo; passemos aos defeitos. E Gotlib, de quem eu gosto muito, irá perdoar-me ter revelado uma pequena desvirtude que só eu consegui descobrir: ele é muito vaidoso."

goscinny_rubrica.jpg


version 2/s/bd / hq// //seven