Mistérios rodoviários


colete.jpg

Ainda não entrou em vigor a obrigatoriedade do uso de coletes reflectores e já os ditos cujos se vulgarizaram com a velocidade de propagação de uma epidemia! Qual é o mistério?

Será que era uma necessidade efectiva alojada no subconsciente colectivo que o novo Código da estrada libertou? Será que era um sonho secreto de infância reprimido por uma paternidade tirana e castradora? Um desígnio divino? Ou, pura e simplesmente, não se encontravam à venda?

Seja qual for a razão é certo que a moda pegou. Mas o que me intriga verdadeiramente é a necessidade de ostentação daquele artefacto luminescente pendurado nas costas dos bancos dos carros... Até parece que isso guinda os seus orgulhosos proprietários a um estatuto mais elevado, quiçá de condutores/cumpridores...

Mas não se julgue que o sucesso ficou confinado aos cidadãos automobilizados! Ao longo dos caminhos que levam a Fátima é possível verem-se humildes pedestres, penetrados de profundo fervor religioso, que ostentam orgulhosamente o seu colete reflector. Porque nisto da segurança rodoviária não há milagres... (razão pela qual eu me inclino para a hipótese do desígnio divino). O Mistério de Fátima seria... um colete?

peregrinos_fatima.jpg

PS - E já agora que estamos a falar de mistérios alguém me explica porque é que os velhotes conduzem com um boné posto na cabeça?


version 1/s/recortes// //seven