O drama, o horror!! (not)



2005043000 Image(in Correio da Manhã). É a primeira mulher a ser condenada por estupro na Noruega. Um tribunal da cidade de Bergen considerou que a jovem arguida fez sexo oral com o queixoso contra a sua vontade e condenou-a a nove meses de prisão e ao pagamento de uma indemnização de quase cinco mil euros.

A violação aconteceu em Janeiro último. O queixoso deixou-se dormir no sofá da casa que a amiga divide com o namorado depois de uma refeição bem regada. Acordou, de repente, e viu que a amiga lhe estava a fazer sexo oral. Ele não queria, não gostou e apresentou queixa no tribunal.

Perante o juiz, a ousada amiga, de 23 anos, começou por negar tudo. Mas depois, perante as provas apresentadas – a cueca do queixoso e o exame ao pénis – acabou por admitir o acto sexual, mas jurou que não fora contra a vontade do amigo. “Ele não estava a dormir. Esteve acordado o tempo todo e até sorriu”, assegurou.

A vítima, porém, rejeitou essa versão. Não queria ver-se naquela situação, que, aliás, o afectou muito. A insónia tem sido, desde então, sua companheira, já não consegue encontrar prazer no sexo e, pior, perdeu a confiança nos amigos.

O juiz foi inflexível. Tratou-se de violação porque foi um contacto sexual indesejado, declarou. E estipulou a sentença: nove meses de prisão e indemnização de 40 mil coroas. A jovem vai recorrer.

(valha-me Deus, que mundo selvagem)

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v3/s
 
Site Meter