Gardel, a alma do Tango


2005061000 Gardel-Foto-Silva-Montevideo Thumb

Carlos Gardel, o nome que se confunde com o Tango. Mais do que uma lembrança, Gardel tornou-se uma lenda. Francês, nascido em Toulouse, coube-lhe o papel da universalização do Tango, dando-lhe a alma que possui.

Surgido como criação anónima dos bairros pobres e marginais de Buenos Aires, o tango Argentino tradicional tornou-se mundialmente famoso na voz de Gardel e, adaptado a uma estética moderna com as composições instrumentais de Astor Piazzolla.

A partir da década de 20, tanto a música como a letra assumiram um tom acentuadamente melancólico, tendo como principais temas os tropeços da vida e os desenganos amorosos. A temática é frequentemente ligada à vida boémia, aos amores proibidos e às corridas de cavalos que, nessa década, caracterizavam a Buenos Aires cheia de Glamour.

Assim foi o Tango até 1935, quando uma tragédia ceifou a vida de Carlos Gardel. O seu avião chocou com outro incendiando-se e carbonizando todos os passageiros. Logo após o acidente, que levou algumas mulheres ao suicídio, Gardel tornou-se um personagem de lendas.

Uma delas dizia que ele não morrera naquele acidente. Deformado por cicatrizes e muito vaidoso, Gardel negou-se a aparecer em público. Por muitos anos, no entanto, há quem diga tê-lo visto a cantar, solitário, pelas ruas de Buenos Aires.

Carlos Gardel - Por una Cabeza Deverão, com certeza, lembrar-se deste tema se viram o filme "Perfume de mulher". Numa cena lindíssima, Al Pacino e Gabrielle Anwar dançam o tango com uma envolvência belíssima. -.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.- FABULA PARA GARDEL por Horacio Ferrer

Ayer me preguntaste, hijito mío por primera vez, quién es ese Carlitos, ese fantasma tan arisco, empecinado con seguir guardado en la cueva con asma de su disco. Y entonces te conté cuanto sabía. Más hoy, mirándote, pensándote, besándote, sé un poco más. Y es que el hijo del hijo de tu hijo un día, un día de junio soleado frío y seco que vendrá, lo mismo que vos preguntará por él. Y una caliente zafra de ecos, ecos de la voz de nuestra gente, ecos de tu voz - chiquito - y de la mía, inexorablemente contestará: Gardel.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 3/s/artes e ideias// //obvious magazine