Mercado de Comunicações


comunicacoes cabo ethernet fibra

O Governo está a preparar uma mudança radical no conselho de administração da Portugal Telecom antes do fim do mandato. O Governo quer não só mudar o actual chairman, Ernâni Lopes, e substituir os dois administradores que em teoria representam o accionista Estado, mas quer também pôr representantes seus na comissão executiva, apoiando-se no que está previsto nos estatutos da PT. Com este pretexto vai tentar fazer uma mudança “de fundo” no board da PT, o que pode implicar mudanças ao nível do presidente executivo e de outros administradores da comissão executiva.

Espera-se uma reacção negativa do mercado a este intervencionismo estatal na PT. As fontes do Semanário Económico revelam que alguns privados poderão sentir-se tentados a sair da PT perante esta “pressão” do Estado na gestão da empresa. Esta administração foi eleita em AG, em consenso com os vários accionistas de referência e tendo em conta as regras de corporate governance que lhe são exigidas por estar cotada em Lisboa e Nova Iorque. Sendo a PT uma acção “full listing” em NY tem de cumprir regras de transparência e de independência o que implica ter um determinado número de administradores independentes.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/tecnologia// //obvious magazine