Arquitectura em banda


William Vance é um autor de banda desenhada que dispensa apresentações. O seu traço fino e elegante - puro grafismo - é o seu cartão de visita. Vance dedicou-se a várias séries ao longo da sua extensa carreira: Ringo, Bob Morane e, mais recentemente, XIII. Em 1967 dá início à série que o lhe trouxe o sucesso: Bruno Brazil.

A saga começou com cinco pequenas histórias completas publicadas no Tintin belga. O herói era um agente secreto de nervos de aço e humor glacial. Na altura era prática corrente pedir aos leitores que votassem nas suas séries e heróis favoritos e desde logo Bruno Brazil agradou, facto que levou William Vance a aventurar-se no formato das 46 páginas. A série parece ter terminado há meia dúzia de anos atrás o que não lhe retira o interesse, bem pelo contrário!

Mas o que me interessa salientar é a excelente caracterização dos espaços onde se desenvolve a acção com recurso a... arquitectura modernista. Vale a pena, só por isso, (re)descobrir a série pois Vance é um exímio desenhador de cenários modernos. Seleccionei algumas vinhetas de variadas histórias...

brazil1.jpg

brazil2.jpg

brazil3.jpg

brazil4.jpg

brazil5.jpg

brazil6.jpg

brazil7.jpg

brazil8.jpg

brazil9.jpg

brazil10.jpg

brazil11.jpg


version 2/s/bd / hq// //seven