Christian Godard


Sempre admirei Godard, autor de séries como Martin Milan, Norbert e Kari ou A selva em festa. As suas histórias abordam frequentemente os sentimentos humanos mais verdadeiros - a amizade, o medo, a alegria, a tristeza - com um humor sadio e demolidor e roçam frequentemente o poético ou o maravilhoso (às vezes um pouco lamechas, admito-o).

Mas Godard é também um excelente desenhador, extremamente expressivo. Uma das coisas que me chamou sempre a atenção foi o modo como trata as palavras que são literalemte desenhadas, quer sejam onomatopeias, quer sejam a fala das personagens. Reparem apenas nestes exemplos de utilização expressiva dos "balões" na história Martin Milan e o maníaco do parafuso, publicada no Tintin (nº 10 - 2º ano, 1969)...

milan1.jpg milan2.jpg

milan3.jpg milan4.jpg

milan5.jpg

milan6.jpg


version 1/s/bd / hq// //seven