Vivam as férias!


praia.jpg

Hoje a estação mais estúpida do ano está no seu auge. Ainda o pessoal da primeira quinzena não levantou âncora e já chegaram mais veraneantes que só agora puderam tirar férias. E férias quer dizer praia, que deve ser o local onde se encontra um dos nossos retratos sociais mais reveladores.

Não há espectáculo mais deprimente do que o litoral balnear português durante o mês de Agosto! Gente por todo o lado como só se julgava possível no cinema; gente que vai para a praia ao meio dia; gente deitada ao sol sem sequer um chapéu ou um guarda-sol; gente vermelha que nem uma lagosta com zonas já em carne viva; crianças e adultos obesos e felizes; adultos e adolescentes malcriados; concursos, jogos e construções na areia... Cá atrás há carros estacionados em tudo o que é espaço livre; filas intermináveis de trânsito sob um calor tórrido, vidros abertos e música alta; "animação" nocturna com cantores pimba; barracas de gelados e bolacha americana; lojas dos 300; pessoas a regarem jardins ridículos não obstante a falta de água; notícias idiotas na rádio e na televisão; o país todo a arder...

Perdoem-me se pareço snob ou presunçoso mas já não consigo suportar isto... Prefiro ficar em casa nas férias. Ou o país ficou maluco ou então fui eu...

(Inspirado num sketch dos Monty Python)


version 2/s/recortes// //seven