O céu caiu-lhe mesmo em cima da cabeça!


Já vi o último álbum de Astérix e espero bem que seja mesmo o último. Na verdade este não fez mais do que confirmar o evidente declínio da série. Só vejo uma explicação para o sucesso editorial desta 33ª aventura: muito marketing e muita fidelidade dos fãs que, apesar de tudo, querem completar a coleccção. Uderzo apanhou mesmo com o céu na cabeça!

Apos a morte de Goscinny - já lá vão quase 28 anos - Uderzo não queria continuar a série. Sentia que não estava à altura de escrever os argumentos, ele que sempre preferiu desenhar. E se calhar tinha razão... Alguns encorajamentos vindos sobretudo de amigos e colegas fizeram-no mudar de ideias. Os primeiros álbuns assinados exclusivamente por si continham todos os "tiques" da série, embora lhe faltassem aquela profundidade e fluência narrativa. Mas Uderzo, que nunca gostou de escrever argumentos, depressa revelou essa sua lacuna e a qualidade das histórias diminuiu drasticamente.

Dizem que os heróis não envelhecem mas é triste espectáculo ver Astérix morrer de velho...

051027_asterix_ceu_na cabeca.jpg


version 1/s/bd / hq// //seven