Beatles #2: afinal Paul está vivo!


E se, afinal, a história da morte de Paul McCartney fosse ao contrário e, naquela época, todos os Beatles estivessem mortos menos Paul??? A teoria é que Ringo morreu em 1963 e foi substituído por um sósia; George morreu em 1964 tendo o seu lugar sido ocupado por um sósia; no ano seguinte John também morreu e - imagine-se! - foi igualmente substituído por um sósia... Uff!... Como se não bastasse, o substituto de Ringo morreu igualmente num acidente (o tal de 1966 que produziu os rumores da morte de Paul só que o morto não era ele e sim Ringo 2...) e - sorte incrível! - conseguiu-se arranjar um segundo sósia. Perceberam tudo?

Pessoalmente acho genial a ideia de toda esta mortandade em anos consecutivos e, sobretudo, a existência de tantos sósias por esse mundo fora. Há algo de místico nisto. As "provas" apresentadas são bastante consistentes e não deixam margem para dúvidas excepto nos espíritos fortes e nitidamente com má vontade... Comecemos pela análise das capas dos álbuns.

051209_with_the_beatles.jpg 051209_hard_days_night.jpg

O ano de publicação de With the Beatles (1963) foi o ano da suposta morte de Ringo 1. A capa é inequívoca: a fotografia deslocada do ex-baterista diz tudo. Aliás, estão todos vestidos de preto o que só pode ser sinal de luto (o facto de se apresentarem sempre de preto nos concertos não tem nada a ver). Palavras para quê? No ano seguinte sai A Hard Day's Night. Como George Harrison se tinha finado recentemente a capa do álbum dá conta disso de modo subtil com uma fotografia do defunto a surgir de costas. Aliás George é o único que fuma um cigarro - que como toda a gente sabe é um agente causador de morte. E vão duas.

051209_beatles_for_sale.jpg 051209_help.jpg

Na capa de Beatles for Sale aparecem todos vestidos de negro... Mais uma referência aos saudosos companheiros passados. No ano seguinte (1965) é lançado Help e é também o ano em que morre John de acordo com a teoria. Os sinais de semáforos não indicam HELP como seria suposto mas sim NUJV o que claramente significa New Unidentified John Vocalist. O "duplo" já lá estava a desempenhar o seu papel ignóbil... E que dizer dos títulos dos trabalhos seguintes Rubber Soul e Revolver? Sugestivo... Mas passemos agora às letras das músicas.

Em I'm Looking Through You (de Rubber Soul) Paul canta You don't look different but you have changed (vocês não parecem diferentes mas mudaram) uma referência às três substituições. No álbum Revolver John (ou melhor, o seu sósia) canta a música I'm Only Sleeping (estou apenas dormindo) - uma metáfora para a morte... No mesmo ábum, na faixa She Said She Said, canta I know what it's like to be dead (eu sei como é estar morto). Em A Day in the Life (que como toda a gente sabe se refere ao acidente de 1966) ouve-se um despertador. O seu toque (ring) só pode ser uma referência ao falecido Ringo Starr...

Por fim no famoso White Album (1968) aparecem mais pistas, as derradeiras. Começa com Yer Blues onde o sósia de John afirma peremptoriamente If I Ain't dead already (se eu não estivesse já morto). Mais à frente na faixa I'm so tired a prova concludente: no fim da música John pronuncia diversas sílabas sem sentido que, quando tocadas de trás para a frente, se transformam em... Paul, I'm dead (Paul, estou morto). Para mim está tudo dito.


version 2/s/musica// //seven