História de um lugar remoto


060205_caravela.jpg

Segundo autores conceituados, nomeadamente da Academia Portuguesa de Letras, a palavra caralho designava a pequena cesta que se encontrava no alto dos mastros das caravelas, também conhecida como gávea. Era dali que os vigias perscrutavam o horizonte em busca de sinais de terra. Dada a sua situação, o caralho era um lugar muito instável pois era onde se manifestava com maior intensidade a oscilação e o rolamento lateral da embarcação.

Este local, nada agradável, era também e por isso mesmo considerado lugar de castigo e para aí eram mandados os marinheiros que infringiam alguma das normas vigentes a bordo. O prevaricador era então obrigado a cumprir horas e por vezes até dias inteiros no caralho e, quando descia, vinha tão mal disposto que se mantinha quieto por uns tempos. Daí veio a expressão: mandar para o caralho. Com o tempo a palavra passou a designar uma miríade de coisas, sentimentos e pessoas, bem do nosso conhecimento...


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 3/s/recortes// @obvious, @obvioushp //seven