Saudosismo / tabagismo


Ao fazer este post deu-me uma certa nostalgia: lembrei-me das antigas marcas de cigarros portuguesas... A minha avó tinha um estabelecimento onde vendia tabaco, entre outras coisas, e eu cresci um pouco por essas bandas. Os maços de tabaco arrumados em filas dentro de compartimentos de madeira tinham um aspecto quase de brinquedos! Eram caixinhas de cartão com um desenho muito bonito (na altura ninguém ligava a isso) e que além do mais tinham uns nomes deliciosos que alguns de vocês recordarão certamente com uma ponta de comoção...

Já nem falo dos clássicos Provisórios e dos seus parentes Definitivos nas suas magníficas caixas listadas verdes e vermelhas a propósito dos quais se contava a célebre piada que dizia que "mais vale fumar Definivos provisoriamente do que fumar Provisórios definitivamente"... Quem não se lembra dos Kart e do seu inolvidável slogan "Quilómetros de prazer"? E do Três Vintes? E dos Monserrate, dos Sagres e dos Negritas?

Algumas marcas permaneceram e adaptaram-se aos novos tempos renovando o design e vestindo uma camisa de celofane asséptica que mais lembra uma caixa de preservativos. É o caso do SG nas suas múltiplas versões (vejam aqui em baixo o desenho antigo) ou do Português Suave que emprestou o nome a uma corrente arquitectónica característica do nosso país de que já falei aqui.

060213_sg.jpg 060213_portugues_suave.jpg

Para acabar com esta nostalgia toda (este blog é um bocado dado a essas coisas...) nomeio aqui algumas marcas de outrora: CT, Estoril, Paris, Ritz, Santa Justa, Surf, Tagus, Tip Top. Foi um problema arranjar fotografias porque penso que algumas delas já não se comercializam embora não tenha a certeza disso. Há muito tempo que já não brinco na loja da minha avó...

060213_ct.jpg 060213_estoril.jpg

060213_paris1.jpg 060213_paris2.jpg

060213_porto.jpg 060213_ritz.jpg

060213_santa_justa.jpg 060213_surf.jpg

060213_tagus.jpg 060213_tiptop.jpg


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/design// @obvious, @obvioushp //seven