Se Hieronymus Bosch tivesse uma câmara...


 Arte Fotografia Alessandro Bavari

Bosch não tinha certamente uma câmara fotográfica. Isso não o impediu de pintar quadros fantásticos e de merecer o epíteto de pai do Surrealismo embora na verdade esta corrente literária e artística só tenha aparecido muitos anos mais tarde, já no século XX. A fotografia sempre foi uma disciplina muito do agrado dos surrealistas e continua a sê-lo ainda nos nossos dias a julgar pelas surpreendentes composições de Alessandro Bavari, dignas do melhor que fizeram Man Ray, Max Ernst ou Dora Maar. O artista italiano usa técnicas rigorosamente fotográficas para tornar os seus mundos imaginários bem reais. Já imaginaram quanto é difícil captar um sonho no dia seguinte de manhã ao acordar? Alessandro Bavari consegue-o com a sua câmara mágica.

 Arte Fotografia Alessandro Bavari

 Arte Fotografia Alessandro Bavari

 Arte Fotografia Alessandro Bavari


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 3/s/fotografia// @obvious, @obvioushp //seven