Ser original #2


Edouard Manet foi um daqueles que gostava de citar obras de outros artistas. Acho que tinha um espírito brincalhão e provocador... Muitos dos seus quadros são baseados em pinturas, gravuras ou fotografias inclusive. O seu famoso "Déjeuner sur l'herbe" foi considerado um escândalo em meados do século XIX por mostrar um cena passada no campo em que uma mulher se encontrava nua no meio de dois homens vestidos, alegadamente desfrutando de um repasto:

 Dejeuner Manet

Se os espíritos chocados de então soubessem que na realidade Manet se baseou numa gravura de Rafael que por sua vez copiou um relevo de um friso grego talvez abrandassem o seu azedume e olhassem para a pintura com outra seriedade, digo eu. Recentemente Alain Jacquet sentiu-se inspirado por Manet, por Rafael ou por quem quer que fosse que iniciou esta cadeia...

 Juizo Paris Rafael

 Dejeuner Alain Jacquet

Manet repetiu a graça com o seu não menos famoso "Olympia". Neste quadro uma mulher toda nua de pele muito branca jaz deitada num divã perante o olhar de uma mulher negra, vestida. Escândalo! - levantaram-se de novo em coro as vozes puritanas...

060228_olympia_manet.jpg

Mais uma vez um clássico serviu de modelo ao provocador artista: a "Vénus de Urbino", de Ticiano.

060228_venus-urbino_ticiano.jpg

E, a provar que os artistas são dotados de um incomensurável sentido de humor, eis aqui uma versão recente da mesma obra da autoria de Larry Rivers:

060228_olympia_rivers.jpg


version 2/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp, eros //seven