Música mecânica



Antes das Jukebox serem inventadas já existiam outros aparelhos de reprodução mecânica de música. Os realejos, as serinetas, os autómatos e os relógios animados eram bastante comuns. Era também possível encontrar caixas de música em diversas estações dos caminhos de ferro.

 Caixa Musica  Realejo

Os sistemas mais comuns de produção de sons eram as lâminas vibrantes accionadas por cilindros picotados que se mudavam conforme a música pretendida. Mais tarde surgiu o sistema do rolo de papel perfurado (originário dos texteis) que foi amplamente utilizado nas pianolas mecânicas. Já no fim do século XIX é inventado o disco metálico com cunhas côncavas que permite um volume sonoro muito maior. São fabricadas numerosas caixas de música com este sistema para locais públicos (cafés, salões de dança, clubes nocturnos, etc.).

 Orquestrino Cilindros Orgao Carrossel  Piano Mecanico  Realejo Orquestra

Como não podia deixar de ser as máquinas de música interpretavam os grandes êxitos da época tais como óperas e operetas de Rossini, Verdi, Gounod, Bizet ou Wagner. Sabe-se que alguns músicos chegaram a compôr trechos musicais de propósito para estas máquinas, como é o caso de Mozart. Eram também frequentes melodias tradicionais de vários países - valsas, polkas, marchas, etc. Com o aparecimento do fonógrafo e mais tarde do rádio os instrumentos de música mecânica rapidamente desaparecem. No entanto o canto do cisne da música mecânica foi povoado de instrumentos verdadeiramente sofisticados e deslumbrantes, como a Violina Hupfeld que tocava simultaneamente três violinos e um piano graças a um arco circular giratório, ou o monumental Órgão de dança Mortier...

 Violina Lizst  Orgao Danca

seven

Co-fundador e ex-colaborador do obvious, actualmente retirado, foi responsável durante bastante tempo pela definição da linha editorial. Concebeu e coordenou a transição do blog para o formato de magazine.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x5
 
Site Meter