Ser original #4



 Dejeuner Manet

O nosso amigo João Daltro fez um comentário muito interessante ao post sobre Manet que aqui publicamos:

"Entre as correntes artísticas que surgiram na segunda metade do Século 20, havia aquelas que criticavam um alegado sexismo na arte, que seria feita por homens e para agradar os homens, principalmente quando retratavam a mulher. Assim, surgiram combativos grupos de artistas feministas e de artistas lésbicas. Entre as últimas encontra-se a fotógrafa britânica Jean Fraser, que produziu mais um desdobramento da cena criada (talvez...) por Rafael e celebrizada por Manet em seu Déjeneur sur l”herbe. Trata-se de Blasphemy Communion, uma foto de 1990, pertencente à série Celestial Bodies, em que a mulher despida está em companhia de duas freiras totalmente vestidas com seus hábitos, montagem que a um só tempo desfiava a idéia machista de que a nudez da mulher existe para o prazer dos homens e as restrições morais da religião".

 Jean Fraser Blasphemy Communion

"Outro quadro de Manet aqui citado, Olympia, recebeu por sua vez, do fotógrafo japonês Yasumasa Moritura, o que poderíamos chamar de “releitura gay”, cujo título é apenas Portrait. Moritura produziu várias fotografias de si mesmo posando em cenas clássicas da história da arte, sendo por isso chamado de “a Cindy Sherman japonesa”.

 Olympia Manet

 Yasumasa Moritura Portrait

seven

Co-fundador e ex-colaborador do obvious, actualmente retirado, foi responsável durante bastante tempo pela definição da linha editorial. Concebeu e coordenou a transição do blog para o formato de magazine.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x1
 
Site Meter