Definição do carácter humano


060624_traque.gif

Às vezes o carácter de uma pessoa revela-se em pequenos gestos e atitudes. Curiosamente, uma dessas coisas é - perdoem-me a expressão - o traque. Esta palavra da gíria tem frequentemente como sinónimos peido, bufa, farpa, pum, etc. o que, não sendo em rigor a mesma coisa, designa inequivocamente a ventosidade tépida e desagradável que ordinariamente sai pelo ânus, deliberadamente ou não. Apesar de ser considerado um acto de má educação é perfeitamente natural no ser humano - quem nunca deu o seu que atire a primeira pedra... O simples acto de peidar nas suas múltiplas variantes seria digno de um tratado de Antropologia, pois é bem reveladora da personalidade de cada um. Adiante, portanto, e que nos desculpem os mais sensíveis. Viva o São João!

O honesto é o que se peida quando tem vontade e acha natural. O enérgico é o que se peida com autoridade. O amável é o que aprecia os peidos dos outros. O educado é o que depois de peidar diz "Com sua licença" ou "Desculpe". O grave é o que aprecia o ruído dos seus peidos. O oportuno é o que se peida antes dos outros.

O egoísta é o que foge para a retrete para peidar só. O orgulhoso é o que pensa ser o único que se peida bem. O acanhado é o que se peida baixinho e cora. O imprudente é o que se peida alto e ri. O benemérito é o que se peida a pedido. O científico é o que, pelo cheiro, adivinha a comida ingerida na véspera. O consciencioso é o que sabe quando se há-de peidar. O distraído é o que, ao ouvir um peido, pede desculpa. O nervoso é o que pára no meio de um peido. O elegante é o que se peida levantando a perna. O culto é o que conhece as variantes do peido e aplica-as. O tolo é o que, tendo vontade de peidar, não o faz. O expedito é o que tem sempre um peido às ordens. O ignorante é o que não distingue um peido de uma bufa. O miserável é o que faz força e nunca se peida. O fraco é o que adoece ao puxar um peido. O estratégico é o que procura disfarçar um peido com a tosse. O perigoso é o que nunca avisa quando vai dar um peido. O cauteloso é o que se peida num local e se muda para outro. O indeciso é o que duvida se há-de peidar ou não. O galanteador é o que se responsabiliza pelos peidos femininos. O cansado é o que prepara um peido e não chega a dá-lo. O músico é o que se peida em todas as tonalidades. O político é o que se peida ao discursar exclamando: "Isto é tudo uma merda!" O infeliz é o que se caga quando dá um peido. O descarado é o que depois de peidar diz: "Que fedor! Alguém se cagou..."


version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //seven