Sonhos de uma noite de Verão



060805_sonho_rousseau.jpg O sonho, Henri Rousseau, 1910

Pelo Sonho é que vamos, comovidos e mudos. Chegamos? Não chegamos? Haja ou não haja frutos, pelo sonho é que vamos.

Basta a fé no que temos, Basta a esperança naquilo que talvez não teremos. Basta que a alma demos, com a mesma alegria, ao que desconhecemos e do que é do dia-a-dia.

Chegamos? Não chegamos?

- Partimos. Vamos. Somos. Sebastião da Gama

Nós envelhecemos, não porque o tempo passa, mas principalmente porque abandonamos nossos sonhos. Anónimo

O homem, um Deus quando sonha e apenas um mendigo quando pensa. Hyperion Hölderlin

Tudo é loucura ou sonho no começo. Nada do que o Homem fez no mundo teve início de outra maneira. Mas já tantos sonhos se realizaram que não temos o direito de duvidar de nenhum. Monteiro Lobato



seven

Co-fundador e ex-colaborador do obvious, actualmente retirado, foi responsável durante bastante tempo pela definição da linha editorial. Concebeu e coordenou a transição do blog para o formato de magazine.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v3/sCitacoes,Frases,Pensamentos,Sonhos,artes e ideias
Site Meter