Cinema sonoro



061117_once-upon-time-america.jpg

Há poucos dias falei aqui de Ennio Morricone e das fabulosas bandas sonoras que compôs para não menos fabulosos westerns. Deixei de fora outras igualmente notáveis e incontáveis. Mas há duas que me tocam especialmente não só pelas suas qualidades intrínsecas como também pelas imagens que ilustram.

A primeira é a banda sonora de Once upon a time in America, obra máxima e póstuma de Sergio Leone. É das histórias em filme mais verdadeiras, mais dramáticas, mais alegres e mais tristes que já me foram dadas a admirar. É a história de todos os desencantos, dos sonhos quebrados, das desilusões, do fim... A banda sonora é uma obra-prima onde cada personagem tem o seu tema. O que escolhi está associado à personagem "Cockeye". Lancinante...

061117_cinema-paradiso.jpg

A segunda banda sonora é do filme de culto de Giuseppe Tornatore Nuovo cinema Paradiso. É o cinema filmado ele-mesmo e uma história também ela triste mas com um final feliz, quanto a mim, precisamente o oposto do filme de Leone. Quem tem a edição em DVD poderá ver a versão original do realizador. Vale a pena ver e ouvir o belíssimo tema de Morricone.

seven

Co-fundador e ex-colaborador do obvious, actualmente retirado, foi responsável durante bastante tempo pela definição da linha editorial. Concebeu e coordenou a transição do blog para o formato de magazine.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
x5
 
Site Meter