A geração Internet


 Criancas Internet Vida Estilo Geracao Diario Blog Ruiva "As crianças de hoje.... não tem senso de vergonha. Não tem noção de privacidade. Adoram o show-off, a fama, o erotismo e a pornografia. Publicam a sua vida em blogs, com moradas e números de telefone, poesia estúpida e fotos sem sentido. Tem amigos virtuais em vez de reais. Falam por instant messaging através de uma língua própria completamente incompreensível. Queixam-se de falta de atenção, mas são incapazes de compreender o conceito e tão pouco de o exercer"

Em contrapartida, as gerações mais velhas, cresceram sem consolas de jogos, sem telemóveis e numa cultura mais obscura e menos comunicativa, estabelecida pelos nossos medos, vergonhas e preconceito. Uma geração que cresceu com cinema, alguma televisão sem sensacionalismo e videojogos primitivos. Haviam relações humanas próximas, desprovidas de virtualidade, para o bem e para o mal. Haviam passeios, de carro, e ao centro comercial do momento. Numa palavra, as gerações mais velhas estão com inveja, por uma adolescência aborrecida?!...

Para ler neste artigo da New York Magazine.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/recortes// @obvious, @obvioushp //obvious magazine