As profissões: o vendedor #2



 Vendedor Comercio Sociedade Humor Automoveis

Outro sub-tipo particular desta profissão é o vendedor de automóveis. Se bem que, por um lado, apresente algumas semelhanças com o vendedor de apartamentos, por outro lado possui características únicas. É fácil reconhecermos um deles mesmo se não estiver no seu local de trabalho. O típico vendedor de automóveis veste sempre fato com casaco de fazenda em xadrez; os sapatos são clássicos, sola de cabedal, pretos ou castanhos; uma camisola de malha de gola em V exibe uma gravata com alfinete que destoa do resto da indumentária onde não falta um relógio de pulso.

O vendedor de automóveis traz sempre a cara impecavelmente escanhoada - é ponto de honra; a sua pele é clara (raramente apanha sol, mesmo nas férias); em contrapartida as maçãs do rosto são rosadas ou vermelhas porque é hipertenso. Esta sua patologia advém dos inúmeros almoços com clientes e colegas, onde consome invariavelmente uma dose de bife com ovo a cavalo acompanhado de arroz e batatas fritas; as comidas tradicionais ou regionais como o frango de churrasco, barriga de porco grelhada e tripas à moda do Porto são alternativas válidas; fruta ou vegetais não são do seu agrado; acompanha tudo com meia garrafa de vinho tinto. Com tudo isto e uma vida sedentária criou uma pequena barriga que o casaco disfarça.

Na verdade o vendedor de automóveis pode ser encontrado quase sempre em restaurantes a almoçar e a discutir futebol ou em cafés, a tomar a sua bica; nos intervalos permanece no stand, a ler o jornal (secção desportiva). De tempos a tempos surge um cliente. Pousa o jornal dobrado na página que estava a ler e pode então dedicar-se a exibir todo o seu conhecimento sobre os veículos de quatro rodas através de um discurso amigável e fluente adquirido durante muitos anos de experiência no ramo.

Ficamos então a saber que aquela marca nunca fez um modelo como aquele (excepto um que fez há muitos anos, que o nosso amigo já teve e que, se pudesse, teria conservado, não obstante já ter mudado de carro muitas vezes depois disso). Segue-se uma dissertação algo técnica sobre algumas características do modelo, sobre a sua motorização e equipamento de série enriquecida por narrações detalhadas de histórias pessoais e familiares. Este monólogo é acompanhado por uma demonstração exaustiva das diversas funcionalidades do veículo e da manipulação de todos os seus equipamentos, alavancas, botões, etc. e só é interrompido por uma ida à casa de banho para urinar (ouve-se claramente o barulho na sanita e a descarga do autoclismo).

Por fim, depois de nos convencer da excelência da máquina que temos à nossa frente, revela-nos em tom de confidência que afinal actualmente os automóveis são todos iguais pois são feitos nas mesmas fábricas. Portanto, não vale a pena escolher muito. Os vendedores de automóveis são todos iguais...

seven

Co-fundador e ex-colaborador do obvious, actualmente retirado, foi responsável durante bastante tempo pela definição da linha editorial. Concebeu e coordenou a transição do blog para o formato de magazine.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v1/s
 
Site Meter