De quanta terra precisa um homem?


 Leo Tolstoy Tolstoi Leao Conto Ambicao Estepes Russia URSS

Nesse conto de Leo Tolstoy, um rico camponês chamado Pahom ouve falar das boas terras do país dos Bashkins, para lá do Volga. São pessoas simples e ele irá conseguir obter deles toda a terra que desejar sem qualquer espécie de problemas. Quando Pahom chega ao país dos Bashkins, estes dizem-lhe que, por mil rublos, poderá ter toda a terra a que conseguir dar a volta ao longo de um dia.

Pahom fica exultante e despreza-os pela sua falta de sofisticação. Está convencido de que conseguirá cobrir uma grande distância. Contudo, logo depois da partida, começa e deparar-se com áreas interessantes que decide incluir, um lago aqui, ou uma faixa de terra especialmente apropriada para cultivar linho. Depois, de repente, repara que o Sol já está a descer.

Apercebendo-se que corre o risco de perder tudo, corre cada vez mais depressa para conseguir chegar a tempo. "Fui demasiado ambicioso", diz para si mesmo, "e arruinei todo o negócio". O esforço mata-o. Morre junto ao poste de chegada e foi aí que o enterraram. "Um metro e oitenta, da cabeça aos pés, era toda a terra de que necessitava", foi a conclusao de Tolstoy.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //obvious magazine