Drobo - Um novo conceito de disco externo


 Drobo Robo Discos Seguranca RAID Storage Drobo - Um dos produtos mais sensacionais que tenho visto nos últimos tempos. Um dos grandes problemas da actualidade é sem dúvida o armazenamento de grande volume de dados com segurança, flexibilidade e facilidade de operação. Recentemente falei aqui de uma tecnologia da Mempile capaz de guardar 1TB de informação num DVD, referindo que, o facto de ser possível ter esta capacidade num único CD, para já, respondia à questão do volume de dados e flexibilidade, ficando por saber como será com a segurança e longevidade da informação.

Quando se fala da utilização de discos duros com segurança deparamo-nos habitualmente o chavão RAID (Redundant Array of Inexpensive Disks), que através da combinação de diversas unidades físicas fornece-nos uma unidade lógica onde guardar os nossos dados. Se por ventura um dos discos falhar, o conceito garante que os nossos dados não se perdem, pois existe informação duplicada ou distribuída que impede essa perda. No entanto, o preço dos discos estão sempre a baixar, e algures no tempo, sentimos a necessidade de fazer upgrades aos discos que temos, sendo essa operação sempre complexa para o utilizador menos habituado a estas andanças. Tipicamente temos que mover os dados para outro lado, formatar discos e reconfigurar tudo novamente, de preferência sem perder nada e sem cometer erros. É aqui que entra o conceito do Drobo. Não só resolve o problema da complexidade do RAID (para muitos), como trata absolutamente de todas as configurações necessárias sem intervenção do utilizador. Este somente precisa preocupar-se em comprar o disco e liga-los ao Drobo. Tudo o resto é absolutamente transparente, independentemente do tipo de discos. Para já suporta discos SATA e está disponível com uma interface USB... Fazendo minhas as palavras do Pedro Melo, estou ansioso por uma versão NAS.

Vale apena ver o vídeo de demonstração do fabricante... verdadeiramente interessante.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 1/s/tecnologia// @obvious, @obvioushp //obvious magazine