Second Life - Contextos Educativos


 Second Life Jogo Universidade Aveiro Carlos Santos Julgo que actualmente é difícil falar em Second Life a alguém que não conheça ainda o conceito desta verdadeira histeria global, sendo absolutamente impressionante a dimensão que este jogo tomou. Independentemente do desconhecimento do rumo que toda esta história vai tomar, assistem-se a movimentações de grandes grupos empresariais a posicionarem-se para também participarem, ou não fosse isto dar dinheiro num futuro próximo e perder-se um mega negócio. Não vou falar novamente do Second Life, até porque já o fiz oportunamente e creio que há quem o faça melhor do que eu.

No entanto, creio que é importante referir que nem todos encaram o Second Life como um jogo, mas sim como uma plataforma de conceitos que pode perfeitamente ser explorada no contexto educativo. No seguimento das muitas conversas que tenho tido com o Carlos Santos, na minha opinião um grande (ou dos maiores) impulsionador da exploração de tecnologias de ponta em Sistemas Educativos em Portugal, é notório que nesta fase de hype procura-se sobretudo espreitar a oportunidade de experimentar, aprender e consolidar conceitos, cientes que o futuro será obrigatóriamente diferente. A necessidade de maturar ideias agora é imperativa e fará a diferença no momento certo.

Nesse sentido, este grupo de investigação formado na Universidade de Aveiro tomou já a liderança no contexto Português e está a organizar o primeiro workshop sobre comunicação, Educação e Formação no Second Life. Pretendem, sobretudo, criar um espaço de discussão sobre as potencialidades da utilização do Second Life em contextos educativos e empresariais. O blog oficial está já criado e irá reunir todo o material relevante neste contexto. Vale apena seguir de perto este espaço se é um aficionado nesta matéria.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.
version 2/s/tecnologia// @obvious, @obvioushp //obvious magazine