Sem pena


 Desenho Pintura Arte Siza

Quando não usava a tinta da china e a pena Maria Antónia Siza servia-se de outros meios - a grafite, o carvão ou a aguarela. Fazia-o igualmente bem, com a expressividade própria destes materiais, mas sempre com as suas características quase obsessivas. A elegância da linha feita à pena desaparece e dá lugar a desenhos ainda mais inquietantes a angustiados.

 Desenho Pintura Arte Siza

As figuras desenhadas a carvão são particularmente sombrias e o volume que o sombreado lhes confere acentua o encovado dos olhos; já as aguarelas utilizam tons avermelhados, a lembrar sangue. Se os desenhos feitos à pena remetem para o Goya dos Desastres estes parecem evocar os pioneiros do Expressionismo: Edvard Munch, Ernst Ludwig Kirchner ou Max Beckmann. Maria Antónia conheceu-os todos, certamente.

 Desenho Pintura Arte Siza

 Desenho Pintura Arte Siza  Desenho Pintura Arte Siza


deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 1/s/artes e ideias// @obvious, @obvioushp //seven