Fenómeno John Rambo - O regresso de Sylvester Stallone


 John Rambo sylvester stallone  Blog.Uncovering.Org John Rambo 1 Já não é novidade nenhuma mas depois do Rambo I, II e III, contra todas a expectativas, vai haver um Rambo IV. O trailer deste filme foi já lançado em Fevereiro último mas, confesso que somente agora tive a sorte, ou azar, de me cruzar com ele. Quer queiramos quer não, Sylvester Stallone marcou toda uma geração através das personagens e estereótipos que abundaram nas séries Rambo e Rocky, bem como em grande parte dos filmes de acção de toda a década de 80 que, de uma maneira geral, assentaram no exagero exacerbado de algumas situações.

A geração actual pouco conhece dos filmes de Stallone daquela época. Um soldado ou um exército de um homem só que dispara em todos os sentidos e derrota uma força mil vezes superior pelo facto de possuir destreza, inteligência e aptidões de combate fora do comum. Tudo isto misturado com uma banda sonora que não o era, e um conjunto de sons bruscos que convidavam ao fatalismo e puxavam pela adrenalina. Quando nessa década vi alguns destes filmes, serei forçado a dizer que não me pareceram (tão) maus, vendo inclusive alguns deles com gosto. Muito mudou desde então. Os estereótipos são outros e vemo-nos a a rever estes filmes como curiosidades e aberrações de uma época.

Creio que nesta linha de pensamento, temendo arriscar um projecto completamente fora de moda, Sylvester Stallone decidiu colocar um trailer na web para que os seus fãs assistam e, com os seus comentários, abençoem (ou não) o que está feito até agora. O exército de um homem só mantém-se, mas desta vez com uma violência extrema, adaptando-se aos conceitos do século XXI, onde anestesiados assistimos à banalização da violência.


obvious magazine

There are those that look at things the way they are, and ask why? I dream of things that never were, and ask why not?
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do autor do artigo sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
version 2/s/cinema// @obvious, @obvioushp //obvious magazine