Em Silêncio, Amor



2007101000 000904Br

“Em Silêncio, Amor” é uma história de amor e perda de um homem que viveu toda a sua vida rodeado de livros, música, pintura ou cinema. Thomas Wartet, autor de livros infantis, decide abandonar a escrita e a vida cosmopolita após a morte de Elisa, sua mulher. Mas ao descobrir-se acompanhado pelo que crê ser o fantasma de Elisa, atinge um estado de serenidade que lhe permite interessar-se de novo pelo mundo que o rodeia.

Esta curiosidade leva-o a descobrir a menina que vai todos os dias ler para a livraria que fica em frente de sua casa e o rapaz vermelho que pára na esquina à espera de qualquer coisa. Recupera mesmo o hábito de escritor e inicia uma viagem que o faz perder-se entre a imaginação e a memória do filho há muito desaparecido. À medida que vai escrevendo, vai aumentando a dor pela ausência do filho com quem não fala há anos. O dia de Natal traz surpresas. Mas conseguirá Thomas Wartet recuperar o que perdeu noutros tempos e voltar a encontrar-se com a felicidade?

"Abriu-se entre os dois um sorriso que desfez toda a tensão. E foi ela, claro, ela nunca tinha tido intenção de me magoar com o riso e aquele desfecho agradava-lhe mais que todos os possíveis. Soltei-lhe as mãos e beijei-a ao de leve em jeito de desculpa. Tom, o engatatão, ia casar com a mulher da sua vida. Não há evidentemente palavras, para esses momentos em que tudo muda, nem sequer a palavra «amor». Há um instante e temos a certeza e ficamos em silêncio."

Depois de “Aquariofilia”(2003) e “Os Adultos”(2005), é lançado oficialmente dia 13 de Outubro o terceiro romance de Luís Soares, "Em Silêncio Amor". É um livro sobre aqueles momentos especiais, que podem durar segundos ou anos, em que decidimos a nossa vida ou a avaliamos, em que olhamos espantados para os que nos rodeiam e para os que fazem falta ao nosso lado, como se fosse a primeira vez que os víssemos ou pela primeira vez reparássemos na sua ausência.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v1/s
 
Site Meter