Mônica Salmaso: a voz que faltava



 Afro Monica MPB Musica Salmaso Samba Trampolim Voadeira

Mônica Salmaso possui uma qualidade intrínseca que a faz sobressair no panorama da Música Popular Brasileira: a sua voz inconfundível soa a…ela mesmo! Sem cedências fáceis, sem que busque sonoridades que não as suas, Mônica passeia pelo reportório dos grandes compositores brasileiros, dos compositores tradicionais a Lenine, de Edu Lobo a Chico Buarque, com uma beleza e um à vontade próprios das grandes damas da música, próprio das grandes divas da nobre arte do canto.

Foi com Leny Andrade, há dois anos, que tive o privilégio de a ver actuar no Rio e já então a simbiose entre as duas grandes senhoras da MPB era perfeita: a velha guarda e a voz candente da neófita transformaram aquela noite numa viagem musical inesquecível, numa viagem linda de morrer, mostrando que tradição e renovação podem e devem ser farinha do mesmo saco.

Voadeira”, “Trampolim” "Iaiá" e “Afrosambas”, este com Paulo Bellinati interpretando os afrosambas de Baden Poweli e Vinicius de Moraes, foram um marco, de certa forma grandes notas introdutórias da carreira desta paulistana que, interpretando Chico Buarque de forma magistral, se excedeu para nosso gáudio neste seu último trabalho "Noites de Gala, Samba na Rua" com o grupo Pau Brasil, e abriu decididamente as portas para, como diz A.C.Gattaz seu fã número um, “seduzir milhões de brasileiros” que aguardam uma nova grande voz que os embale.

Mônica tem, o Brasil necessita, e nós, viventes da MPB, acreditamos, aplaudimos e agradecemos.



jr

um homem do mundo.
Saiba como escrever na obvious.

deixe o seu comentário

Os comentários a este artigo são da exclusiva responsabilidade dos seus autores e não veiculam a opinião do obvious sobre as matérias em questão.

comments powered by Disqus
v2/sAfro,Monica,MPB,Musica,Salmaso,Samba,Trampolim,Voadeira,música
Site Meter