Zeus, Alá e os irmaos Abbate: isto é pior do que parece


 Marrocos Tajana Mitologia Zeus Deuses Alcmena Hospitalidade Cornudos Homens Mulheres Humor

Há dias li, não me lembro onde, que a tradição de hospitalidade marroquina se deve em parte à crença popular (imagino que bastante heterodoxa, do ponto de vista religioso) de que Deus pode visitar os homens sob a forma de um estranho, um visitante. Achei isto interessante porque a mesma crença existia na Grécia antiga: Zeus, ou outro deus, podia assumir a forma de um viajante, um estrangeiro, e portanto a hospitalidade era sagrada.

O que sempre me pareceu curioso foi o facto de que, pelo menos no caso de Zeus, a visita implicar muitas vezes a sedução da mulher do dono da casa (o traído, depois vulgarizado, Anfitrião, cuja mulher Alcmena foi uma das várias contempladas pela libido divina). Isto é, a par da honra da visita, o marido nunca podia estar muito seguro do rumo dos acontecimentos no que à sua fiel esposa dizia respeito. Não sei se isto era para ele um grande problema.

Muito a despropósito, há dias revi alguns vídeos dos irmãos Abbate que talvez tenham a resposta a esta questão - questão que não tem apaixonado os investigadores (a não ser que tenham vergonha de mestrar e doutorar sobre um assunto tão impróprio como os maridos cornudos honrados pela visita do pai dos deuses).

Os irmãos Abbate são uma das grandes criações da dupla siciliana Cipri e Maresco, os autores de Cinico TV. Tive oportunidade de ver alguns dos seus filmes e sketches há uns cinco anos, no festival de curtas-metragens de Vila do Conde, e reencontrei-os no YouTube. Os irmãos Abbate são uma dupla de broncos, sexualmente reprimidos. Invariavelmente, o sketch consiste numa entrevista feita por uma voz off a que os irmãos respondem num coro desacertado, quase com grunhidos. Os irmãos Abbate detestam as mulheres porque elas "têm mamas e cus e fazem assim" (aqui os irmãos abanam muito desajeitadamente o rabo). Sim, são belas, mas isso, dizem, não é mérito delas, mas de Cristo. Os irmãos esclarecem ainda (o meu pouco italiano não permite perceber bem) que têm um mau relacionamento com as mulheres porque quando eram pequenos uma mulher ou rapariga lhes batia e dizia não sei o quê que os traumatizou.

E que tem tudo isto a ver com Zeus?

É que os irmãos Abbate dizem ainda que os maridos dessas mulheres são todos uns cornudos, mas felizes. "Enquanto vocês os dois...?", incita o entrevistador. "Uns desgraçados, uns desgraçados...!", respondem os irmãos com ar infeliz, acrescentando muito depressa com expressão de orgulho balofo: "Mas não cornudos!"

tajana AvatarTajana é colaboracionista e parasita ocasional do obvious. Acredita que há uma única forma correcta de comer bolos de arroz. E mai-nada.


version 2/s/recortes// @obvious, @obvioushp //tajana